71 funcionários da saúde são punidos em Duque de Caxias

Neste domingo (07/01), em matéria exibida na TV Globo, o Fantástico denunciou uma prática irresponsável e criminosa cometida por profissionais da saúde em um hospital público no interior de São Paulo. A denúncia apresentada no programa é alvo de investigação também em Duque de Caxias, onde a Prefeitura, desde o ano passado, está intensificando o acompanhamento do trabalho desenvolvido pelos funcionários da área em todas as unidades públicas do município. A iniciativa surgiu porque a equipe da Secretaria Municipal de Saúde recebia inúmeras reclamações de falta de atendimento nas unidades, mesmo sem haver carência dos profissionais.

Em fiscalização nos postos e hospitais da cidade, foi descoberta uma prática inaceitável entre alguns funcionários. Em uma atitude condenável, os profissionais da saúde, entre eles, médicos e enfermeiros, cometiam uma infração grave. Assinavam o ponto, documento que controla a frequência dos servidores, e, logo em seguida, se retiravam das unidades. Outras vezes, se mantinham no local de trabalho mas negavam-se a prestar o atendimento aos pacientes. Desta forma, os funcionários tinham sua frequência registrada, o que garantia o pagamento dos salários de forma integral, porém, na realidade, não trabalhavam.

Por determinação do prefeito Washington Reis, que acompanha diariamente os atendimentos em saúde no município, a SMS intensificou o controle da área e descobriu 71 funcionários cometendo fraudes nas unidades públicas municipais. Os profissionais apresentaram condutas irregulares como abandono do local de trabalho durante o horário de expediente e faltas sem justificativa, por exemplo. Esses profissionais tiveram suas faltas processadas e os salários descontados. Alguns deles, inclusive, tiveram trinta dias de faltas e poderão responder à sindicância e inquérito administrativo.

O objetivo da ação é promover a melhoria no atendimento prestado aos cidadãos. Assim, ao mesmo tempo em que monitora e fiscaliza os equipamentos, a SMS combate as ausências e a omissão no trabalho de alguns servidores. “Descobrimos que os funcionários estavam se negando a atender os pacientes. Isso é inaceitável! Em Duque de Caxias, a Saúde é tratada como prioridade pela Prefeitura. Não podemos permitir que a população sofra sem atendimento. Vamos continuar acompanhando e tomando todas as medidas necessárias para combater as fraudes e irregularidades”, ressaltou o prefeito Washington Reis.

Investimentos em Saúde em Duque de Caxias:

        Desde o início do ano passado, a Prefeitura vem investindo muito na área da saúde. As equipes estão realizando importantes mutirões de cirurgias nos hospitais municipais Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo e Ismélia da Silveira (Infantil), onde as filas de espera por procedimentos estão sendo eliminadas com muito trabalho. Ao mesmo tempo, no final de 2017, a PMDC inaugurou o Hospital do Olho Julio Cândido de Brito, cuja meta é zerar a fila por cirurgias de catarata no município, além de atender a pacientes de Duque de Caxias e de todo o estado do Rio de Janeiro com consultas, exames e cirurgias, inclusive com transplante de córnea e outros procedimentos.

Transporte, saúde e bancos param em primeira greve...
Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia vão adotar vacin...
 

Comentários

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Login Aqui
Visitantes
Sábado, 20 Janeiro 2018