Atletas da FUNDEC INCLUSÃO conquistam 14 medalhas nas Olimpíadas Especiais Brasil de 2018

Desafio e superação são palavras que traduzem bem os resultados positivos conquistados pela Prefeitura de Duque de Caxias, através dos projetos desenvolvidos pela FUNDEC - Fundação de Apoio à Escola Técnica, Ciência, Tecnologia, Esporte, Lazer, Cultura e Políticas Sociais de Duque de Caxias. No dia 20 de abril, uma delegação composta por atletas do projeto Fundec Inclusão, embarcou para mais um desafio esportivo: os Jogos Nacionais das Olimpíadas Especiais Brasil 2018, realizado entre os dias 20 e 22 de abril, na cidade de Suzano (SP).

A delegação de atletas especiais da Fundec Inclusão foi destaque na competição, conquistando 14 medalhas nas modalidades Atletismo, Bocha e Natação: uma medalha de ouro, seis de prata e uma de bronze para o Atletismo; uma medalha de prata na Bocha; e uma medalha de ouro, duas de prata e uma de bronze na Natação.

Pelos excelentes resultados conquistados na competição, três atletas representarão a Fundec nos Jogos Mundiais de Verão 2019, em Dubai, nos Emirados Árabes. Os atletas são: Samuel Silva, atleta da natação; Rodrigo Gouveia Borges e Diogo Nascimento, da equipe de Basquete; Paulo Vitor Sales, do atletismo; e Ingrid Assis, como suplente no Atletismo feminino.

O presidente da Fundec, Ed Wilson Lino; o Diretor de Educação, Ciência e Tecnologia, Alan Machado; a Diretora da Unidade Inclusão, Adriana Bessa; o organizador da Olímpiadas Especiais, Rafael Fiuza; além de representantes da Comissão Técnica da Fundação e chefes da Delegação, receberam a delegação e fizeram a entrega de certificados de mérito aos atletas pelas vitórias alcançadas.

"Vocês são vencedores e representam a Fundec por inteira. O Trabalho desenvolvido por toda a equipe técnica e professores, que aqui estão, é um trabalho de excelência e reconhecido em muitos lugares", destacou o presidente Ed Wilson.

A diretora da Unidade Inclusão, Adriana Bessa, também deixou sua mensagem a equipe: "Eu só tenho a agradecer a oportunidade de permanecer com esse trabalho. Ver essas meninas e meninos com a autonomia é a nossa missão principal. E eles puderem desenvolver essa autonomia, num lugar diferente como São Paulo. É muito gratificante. Nos emocionamos demais com eles”.

O atleta Paulo Vitor Sales deixou todos com lágrimas nos olhos ao contar sua história. O jovem tem deficiência intelectual, causada por Microcefalia. Mesmo com as dificuldades enfrentadas, com 17 anos fez sua primeira tentativa no esporte. O atleta se inscreveu para o teste de basquete, na Vila Olímpica, em Duque de Caxias, mas devido à pouca idade não conseguiu realizar o teste. Foi quando um dos organizadores abordou o rapaz e o convenceu a fazer um teste para outra modalidade, o atletismo. 
Paulo impressionou a todos com a sua velocidade e recebeu uma indicação para começar a treinar na Unidade Inclusão da Fundec.

Os desafios do jovem atleta não pararam, nem mesmo após conquistar uma vaga para treinar na Fundec Inclusão. Morador do Bairro Jardim Metrópole, que fica à 5,8 km de distância da Unidade - equivalente a 1h e 16 minutos. O jovem fazia todos os dias o trajeto andando, às vezes até duas vezes ao dia.
"Além do que conquistei no atletismo, consegui uma coisa muito boa na minha vida, que foi um emprego através da Fundec. Hoje eu trabalho no Mc.Donald do Caxias Shopping. Se eu pudesse dizer o que a Fundec representa pra mim, eu diria família. Minha segunda casa", destacou o vitorioso atleta Paulo Vitor.

 

 

O melhor do MPB agita a tarde de sábado do Shoppin...
Teresópolis, RJ, tem nove pré-candidatos a prefeit...