Dia nacional do samba é comemorado em Magé

Uma tarde com muita música marcou o Dia Nacional do Samba em Magé, realizado no sábado (2), na Praça da Banca de Peixe. O evento foi realizado em uma parceria do Samba das Poderosas com a Feijoada do Saré, que agitou a primeira comemoração para o gênero musical no município.

Resgatar a cultura de Magé foi um dos objetivos do evento. "Hoje, demonstramos que o samba não morre, que ele está vivo e que a nossa cidade é capaz de mostrar o que tem de melhor. Eu, por exemplo, represento nossa cidade no bloco Cacique de Ramos, um dos maiores do estado do Rio de Janeiro. A minha missão é representar minha cidade não só fora, mas aqui também", explicou Luciana Braz, organizadora do evento.

A comemoração fez uma viagem pela história do samba com clássicos dos gênero. Além de homenagear a Escola de Samba Flor de Magé, agremiação da cidade recentemente reconhecida como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Rio de Janeiro. "É mais uma homenagem que estamos recebendo. É muita felicidade ver esse reconhecimento por parte dos organizadores do evento. É uma prova que estamos caminhando e que Magé está chegando aonde ela merece", finalizou Bino, presidente da Flor.

Queimados prepara plano de contingência para o ver...
Mais um título no MMA: de Teresópolis, Guilherme C...