Em Magé, quinto distrito ganha unidade de apoio ao idoso em setembro

Com o novo modelo de gestão implantado pela secretaria de Saúde, a secretária Carine Tavares concluiu a segunda etapa do encontro com os representantes da comunidade ocorrida no dia 3 de julho, realizando, quinta-feira (10), a segunda reunião para implantar ações que atendessem as necessidades dos moradores locais.

Na ocasião, foi exposto todo o estudo realizado pela equipe técnica e decidido que a partir da segunda quinzena de setembro, os moradores do 5º distrito ganharão o centro de especialidades de atendimento ao idoso, unidade de apoio, que conta com uma equipe multiprofissional para atendimento especializado.

“Depois de estudarmos muito a população dessa região, chegamos a conclusão que nós temos um grande número de idosos e optamos por criar o centro de especialidade de atendimento ao idoso”, explicou a secretária de saúde Carine Tavares.

No encontro, Cassandra Soares, coordenadora da atenção básica, enfatizou que a Secretaria de Saúde está estruturando um serviço diferenciado e humanizado para os idosos. "Contaremos com uma equipe multiprofissional para acolher, direcionar e desenvolver atividades preventivas. Dentre elas: atividades físicas, atendimento psicológico e social, distribuição e entrega de medicação para pacientes crônicos, como diabéticos e hipertensos, por exemplo", complementa. Vale ressaltar que não é uma unidade de saúde da família e sim uma unidade de apoio para facilitar o acesso da comunidade.

Outra proposta apresentada pela Secretaria de Saúde foi a horta comunitária. A ideia é fazer oficinas de aproveitamento dos alimentos, atividades educativas e educação nutricional para os idosos. A horta terá apoio da Secretaria de Agricultura Sustentável para ajudar com os insumos, capacitação e orientação técnica no plantio. Cassandra Soares afirma que "é um projeto piloto e a ideia é expandir para outras unidades de saúde".

Maria de Fátima Peçanha moradora de Mauá esteve presente na reunião e disse que "não foi uma conquista política e sim da comunidade. A secretária de saúde nos atendeu e nos sentimos acolhidos. A maioria da população é de idosos e pessoas que precisam desse apoio". “Estamos felizes, porque teremos o que a população merece: saúde”, acrescenta a moradora.

 

Estrada Boa Esperança, em Belford Roxo ganha mutir...
Vencedor do Prêmio Nobel diz ser impossível fazer ...
 

Comentários

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Login Aqui
Visitantes
Sexta, 18 Agosto 2017