Magé oferece capacitação sobre febre amarela para equipes técnicas de saúde

“A alta temporada passou mas não podemos deixar o trabalho de prevenção de lado”, é assim que Marcos Vanini, coordenador de Mobilização Social da Secretaria Municipal de Saúde de Magé, inicia as oficinas de capacitação sobre febre amarela.

A equipe da Policlínica de Santo Aleixo participou da oficina que fala desde a definição da doença ao processo de prevenção e imunização, passando pelas questões de tratamento e sintomas.

“Foram capacitados até o momento 75 profissionais de saúde que serão multiplicadores. Já atingimos também as Unidades 24h de Suruí, Mauá e Fragoso, Hospital de Piabetá e agora na primeira quinzena de julho será a vez dos profissionais do Hospital de Magé. Ou seja, serão mais de 100 multiplicadores, sensibilizados e treinados na temática da Febre Amarela”, explica Vanini.

Enfrentamento ao mosquito
O coordenador também destaca que o sucesso da última campanha se deve à “manutenção do ritmo de visitação e ações em conjunto com as equipes dos PSFs (Postos de Saúde da Família) nas empresas e escolas, com orientação direta na comunidade”.

Só em junho foram cerca de 2.500 pessoas impactadas pelas ações nas caminhadas realizadas com os PSFs Guarani II, Cantinho da Vovó, Vila Esperança, Flexeiras, São Francisco, Figueira (Mauá), Campinho e Bela Floresta, Barbuda, Conceição de Suruí e Cachoeira Grande. As equipes também realizaram 1.200 visitas técnicas em pontos estratégicos como borracharias, cemitérios e ferros velhos, por exemplo, além de 28 ações de bloqueio de transmissão das viroses dengue, zika e chikungunha.

Neste sábado, Nilópolis terá “Dia D” de vacinação ...
Em Meriti, parceria entre Saúde e Educação leva pr...