Moradora de Magé cria jardim sustentável em terreno baldio

O segundo distrito já é conhecido como Paraíso Verde de Magé e Dona Marli, que mora do bairro BNH, fez do espaço em frente à sua casa, o próprio jardim secreto e sustentável, há mais de 20 anos. Nele, ela cultiva bromélias, orquídeas, dama da noite, entre outras espécies.

 

“Cheguei para morar aqui há tanto tempo, que não tinha nem casas. Só o rio e os terrenos. Gosto muito de flores e comecei a plantar, usar as cascas de alimentos como adubo, para produzir menos lixo. Agora tenho esse lugar colorido e venho pra cá todo dia. Sempre está fresquinho e com sombra. Ainda é muito bom para botar a roupa para secar”, confessa ela que tem 71 anos.

 

Como um esconderijo, Dona Marli vai para seu pequeno bosque e sempre traz uma muda nova para ampliar a diversidade. Entre seus recursos sustentáveis, ela também se preocupa com a estética. “Sempre que aparece um CD velho lá em casa eu trago aqui e coloco nas árvores. Deixa muito mais bonito quando reflete o sol, com o colorido das plantas”, conta orgulhosa.

 

No Dia da Árvore, a prefeitura plantou mudas na área próxima do jardim da Dona Marli, que vão trazer sombra e refrescar o local. A esperança agora é que dê para fazer uma horta:

 

--- Pensamos fazer a horta mas o sol ainda não ajudou. Espero que com a nova sombra a gente consiga. Gosto muito das plantas!

Concursos: Correios e 9 órgãos abrem inscrições pa...
Enfermeira é morta em tentativa de assalto na Dut...