Obra de macrodrenagem chega à Avenida Almirante Tamandaré

Nova etapa da maior obra de macrodrenagem da história da Região Oceânica começa no próximo dia 24. Desta vez, será necessária a interdição ao tráfego de veículos na pista sentido Trevo de Piratininga da Avenida Almirante Tamandaré, entre a Rua Átila Nunes (altura do posto BR) e a Rua Hermes da Mata Barcelos (próximo a Tchê Hamburgueria). A previsão para execução da obra neste trecho é de três meses e, durante este período, o trânsito será desviado pelas ruas internas do bairro.

Os motoristas que saem de Piratininga e Camboinhas em direção ao Cafubá e a Itaipu devem acessar o desvio feito pela Rua José Dantas Freire Filho (antes do Posto BR), que ficará em mão única e estacionamento proibido dos dois lados. Em seguida, devem virar à esquerda na Rua Nicanor Nunes, contornar a Praça do Descobrimento e seguirem pela Rua dos Acadêmicos para acessarem a Estrada Francisco da Cruz Nunes. Para quem segue de ônibus, foi criado um ponto na Avenida Almirante Tamandaré, na altura do restaurante Mostaro, e outro na Rua dos Acadêmicos, ao lado da Praça do Descobrimento.

Durante a obra, todas as ruas transversais neste trecho, incluindo a Domingos Araújo, Altevo do Vale e Silva, Hermes da Mata Barcelos e Manoel Pacheco de Carvalho, terão mão dupla e proibição de estacionamento de um dos lados das vias. Já a Rua dos Acadêmicos irá operar em mão única. Agentes da NitTrans estarão no local ordenando o trânsito e orientando os motoristas.

Macrodrenagem – Esta é a maior obra de macrodrenagem já realizada na Região Oceânica e irá resolver problemas de alagamentos que existem há décadas na Estrada Francisco da Cruz Nunes em áreas como o Trevo de Piratininga, próximo ao shopping Itaipu Multicenter, e na região perto do motel Status. Este projeto também vai beneficiar o loteamento Santo Antônio, já que após a sua execução, será possível iniciar o trabalho de microdrenagem do loteamento.

Durante toda a obra, que tem investimento de R$ 32 milhões e está sendo executada com recursos da Cooperação Andina de Fomento (CAF), serão abertas diferentes frentes de trabalho. A primeira e segunda etapas começaram em Itaipu, no início de julho, e abrangem o trecho entre o motel Status até o Armazém Naútico. A previsão é de que estas etapas estejam concluídas até novembro.

Aproximadamente 50 funcionários estão trabalhando nesta obra com a implantação das galerias. Estão sendo utilizados pré-moldados que agilizam a execução do trabalho, uma vez que parte da atividade é realizada fora do canteiro, com a armação e moldagem das galerias. Cerca de 400 carretas trazendo as galerias virão para a obra. O prazo previsto para a conclusão de toda a macrodrenagem é no fim deste ano.

Continuar lendo
5 Acessos
0 comentários

Niterói se candidata a programa da ONU para ser cidade modelo de resiliência

Município integra grupo de sete cidades brasileiras que participam da seleção

Niterói é uma das sete cidades brasileiras, entre os 5.570 município do país, que vão concorrer ao certificado Cidade Modelo em Resiliência, conferido pelo Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres. O município foi indicado pela Secretaria Estadual de Defesa Civil por já apresentar ações de resiliência nos últimos quatro anos.

Na tarde desta quarta-feira (19.07), o prefeito Rodrigo Neves recebeu em seu gabinete o secretário estadual de Defesa Civil e comandante geral do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, coronel Ronaldo Alcântara, ocasião em que assinou o termo de compromisso de participação no programa da ONU “Cidades resilientes: minha cidade está se preparando”. Assim como Petrópolis, na Região Serrana, e as demais cidades participantes, Niterói será avaliada em 90 itens e terá que apresentar um plano de resiliência. A previsão é que a cidade seja certificada em quatro meses.

Rodrigo Neves destacou que a possibilidade de Niterói ser certificada como cidade modelo em resiliência é um grande desafio.

“Essa iniciativa nos colocará a responsabilidade de, como cidade modelo, aperfeiçoar o sistema de Defesa Civil. Nos últimos quatro anos, a prefeitura realizou um trabalho muito consistente e sério, com investimentos expressivos no Sistema de Defesa Civil. Nós recebemos a cidade há quatro anos num contexto dramático, desafiador, especialmente nessa área, porque em 2010 Niterói viveu a maior tragédia climática da sua história, que afetou profundamente todas as regiões da cidade. Por isso nós decidimos como prioridade estratégica o investimento na Defesa Civil. Pela complexa formação geológica do município, em 2013, instalamos numa rede de fibra ótica, uma rede de pluviômetros, sistema de estações meteorológicas, a Defesa Civil se mudou para uma nova sede, instituímos 48 Núcleos de Defesa Civil nas comunidades de maior risco geológico, implantamos o sistema de alarme e alerta por sirenes, investimos R$ 150 milhões em 50 obras de contenção de encostas e equipamentos para que a Defesa Civil tenha uma ação preventiva. Essa parceria da prefeitura com o Corpo de Bombeiros já trouxe resultados efetivos nesses quatro anos, pelo fato de não termos nenhum tipo de ocorrência grave pela ações preventivas que implantamos”, afirmou o prefeito.

O coronel Ronaldo Alcântara destacou que indicar Niterói para a certificação é um reconhecimento ao trabalho que o município vem fazendo.

“Foi como reconhecimento a tudo o que foi feito na cidade de Niterói que a Secretaria Estadual de Defesa Civil  indicou a cidade para ser uma das sete no Brasil a ter a certificação de cidade resiliente. A gente apostou nesse município reconhecendo todos os esforços realizados. Temos certeza que dentro de quatro meses Niterói estará portando seu certificado de cidade modelo”, disse o secretário.

O coordenador da Defesa Civil Municipal, Walace Medeiros, ressaltou que Niterói já vem implementando iniciativas no sentido de cidade resiliente.

“Esse convite nos dá muito orgulho, porque é um processo que envolve sete cidades brasileira e Niterói está nesse grupo participando do processo de seleção. Ainda temos desafios a serem vencidos, mas vamos nos dedicar ainda mais para continuar ouvindo os cidadãos niteroienses, que são os verdadeiros beneficiários desses resultados”, explicou.

Também participaram do encontro o secretário Executivo, Axel Grael, a coodenadora do Núcleo de Gestão Estratégica, Glaucia Macedo, além de representantes das Defesas Civil municipal e estadual.

Continuar lendo
30 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Niterói escolhe 10 profissionais para trabalharem em projetos estratégicos

Novos servidores ingressarão no Município no dia 1/8. Vetor Brasil, entidade sem fins lucrativos, conduziu o processo de seleção

Os 10 profissionais escolhidos através de processo seletivo inédito para ocuparem posições na Secretaria de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle (Seplag) vão iniciar o trabalho na Prefeitura de Niterói no dia 1º de agosto. Os novos servidores foram escolhidos pelos gestores municipais entre 30 pré-selecionados pelo Vetor Brasil, organização responsável pela seleção. O resultado final foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 10 de julho.

Secretária de Planejamento do Município, Giovanna Victer explica que o processo seletivo teve início em abril e contou com 4.161 participantes. Os finalistas passaram por seis etapas até a escolha final e vão trabalhar em regime temporário pelo período de 12 meses.

“A experiência de contratar jovens profissionais para a administração municipal visa trazer inovação para o governo de Niterói. Trata-se de mais uma iniciativa de profissionalização, em que os trainees recém-ingressos irão conviver com profissionais mais experientes agregando conhecimentos para todos”, explica a secretária.

Os profissionais selecionados atuarão em iniciativas da atual administração municipal, como o projeto “Niterói Mais Resiliente”, um plano estratégico de controle dos gastos públicos que tem como objetivo assegurar uma travessia sustentável da cidade ao longo do ano de 2017, sobretudo diante do agravamento da crise do estado e dos municípios.


Vetor Brasil conduziu o processo

O processo de seleção em formato inédito no município foi conduzido pelo Vetor Brasil, organização sem fins lucrativos que junto à Prefeitura de Niterói estabeleceu um Acordo de Cooperação Técnica para elaboração, desenvolvimento e implementação de programa de seleção e formação dos dez profissionais.

O Vetor Brasil tem longa experiência na seleção, formação e desenvolvimento de pessoas interessadas em trabalhar com impacto social em escala no setor público. Já alocou mais de 100 profissionais em 62 órgãos governamentais de 24 Estados do país. Além destas frentes, foi responsável por estruturar e conduzir no ano passado um processo inédito no Brasil, que selecionou a atual secretária de Educação do Município de Londrina, Maria Tereza Paschoal de Moraes.

Segundo Joice Toyota, diretora-executiva do Vetor Brasil, o processo seletivo de Niterói marca mais um passo importante no uso de metodologias e critérios meritocráticos na escolha de profissionais para atuarem no setor público.

“Estamos convictos de que cada vez mais jovens talentos serão atraídos para atuar em órgãos governamentais, motivados pelo impacto social que podem gerar em escala no governo”, esclarece.

O Vetor Brasil é uma entidade civil sem fins lucrativos, que busca, avalia e desenvolve talentos para trabalharem no setor público. A organização começou a operar em 2014 e já alocou mais de 100 profissionais em 62 órgãos governamentais de 24 Estados o Brasil. Em 2016, foi responsável por conduzir processo inédito de seleção da secretária de Educação do Município de Londrina (PR).

O Vetor Brasil tem o apoio de entidades como o Google.org, Stanford University, Fundação Arymax, Fundação Lemann, Fundação Brava, Instituto Sonho Grande, e o Instituto Betty e Jacob Lafer.

Continuar lendo
744 Acessos
0 comentários

Pistas da Francisco da Cruz Nunes, sentido Itaipu do trecho 8 da TransOceânica, serão liberadas ao tráfego de veículos

A partir desta sexta-feira (21/7), as pistas sentido Itaipu da Estrada Francisco da Cruz Nunes, no trecho 8 da TransOceânica (que vai da rótula da Avenida Central até a entrada do Engenho do Mato), serão liberadas ao tráfego de veículos. Com a construção da ponte sobre o Rio da Vala foi possível o alargamento das pistas nesta área, além de beneficiar os moradores do bairro Boa Vista. A próxima etapa para a conclusão deste trecho da TransOceânica será a obra nas pistas sentido Centro.

Em uma nova vistoria na manhã desta terça-feira (21/7) nas obras que estão em andamento na Região Oceânica, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, enfatizou que a liberação das pistas neste trecho acontecerá antes do prazo previsto, e que no segundo semestre, a obra da TransOceânica entra na reta final.

“Fizemos um plano estratégico para a nossa cidade e apesar da grave crise financeira do Estado, estamos conseguindo tirar do papel obras importantes como a TransOceânica, que hoje já é uma realidade. A abertura do túnel contribuiu muito para melhorar a qualidade de vida dos moradores da Região Oceânica e a construção do corredor viário vai mudar definitivamente a questão da mobilidade urbana de Niterói, com transporte público de qualidade e redução do tempo de deslocamento”, afirmou Neves.

De acordo com o prefeito, a Região Oceânica é uma das áreas de Niterói que mais vem recebendo investimentos da gestão municipal nos últimos anos. Além das obras de drenagem e pavimentação em locais como o Bairro Peixoto, Cafubá, Fazendinha e o Maravista, está em andamento a obra da Avenida Professora Romanda Gonçalves, paralela a Avenida Central, que é esperada há décadas.

 “Durante décadas a Região Oceânica ficou esquecida. Estamos implantando galerias bem estruturadas para resolver o problema de alagamento da Estrada Francisco da Cruz em trechos como o Trevo de Piratininga. Foram mais de 50 desafios que estamos vencendo para a execução da TransOceânica, que conta com projeto de urbanização, iluminação e também a questão da sustentabilidade. Em três anos, foram plantadas mais de três mil árvores na cidade. Vamos continuar apostando em novos projetos e, também, preservando as belezas naturais da nossa cidade”, finalizou.

Continuar lendo
33 Acessos
0 comentários

Em Niterói, obra de macrodrenagem avança na Região Oceânica

As obras de macrodrenagem estão avançando na Região Oceânica. Nesta segunda-feira (17/7), foram abertas novas frentes de trabalho. Desta vez, no trecho entre o entre o shopping Piazza e a Rua Frei Fabiano (ao lado do Armazém Náutico). Para a execução desta que é a maior obra de macrodrenagem da Região Oceânica, as pistas sentido Itaipu da Estrada Francisco da Cruz Nunes, nesta área, estarão fechadas ao tráfego de veículos. O trânsito irá operar nas quatro faixas sentido Centro, sendo as duas principais destinadas aos motoristas que seguem para Itaipu, e as duas auxiliares para aqueles que seguem em direção ao Centro.

Para quem tiver de carro e precisar acessar o comércio neste trecho, será preciso entrar na Rua Frei Fabiano, que estará em mão dupla, e virar à esquerda na Rua Delfina de Jesus, paralela a Francisco da Cruz Nunes. O estacionamento de veículos estará permitido dos dois lados das primeiras quadras das Ruas São Gualter e Madri. O ponto de ônibus próximo ao posto de gasolina Cancun está sendo deslocado e ficará na altura do Armazém Náutico. Já o ponto em frente à Rua Madri permanecerá na mesma área. Foram criadas duas baias de acesso para os passageiros.

No último dia 3, foi aberta a primeira frente de trabalho para esta obra, no trecho entre o motel Status e o shopping Piazza, onde já está sendo feita a colocação das manilhas. Esta obra de macrodrenagem irá resolver problemas de alagamentos que existem há décadas na Estrada Francisco da Cruz Nunes em áreas como o Trevo de Piratininga, próximo ao shopping Itaipu Multicenter, e na região perto do motel Status. Este projeto também vai beneficiar o loteamento Santo Antônio, já que após a sua execução, será possível iniciar o trabalho de microdrenagem do loteamento.   

Continuar lendo
27 Acessos
0 comentários

CLIN realiza plantio de mudas em área utilizada como vazadouro irregular de resíduos

Ação contou com a participação dos alunos da Escola Municipal Eulália de Bragança

Na manhã desta sexta-feira (14/07) a Companhia de Limpeza de Niterói (CLIN), realizou o plantio de mudas da Mata Atlântica, em um ponto da Estrada Frei Orlando, no Jacaré, em Piratininga. O local havia sido transformando em um vazadouro irregular de lixo. A ação ambiental contou com a participação dos alunos da Escola Municipal Eulália de Bragança, que fica localizada em frente ao ponto de descarte.A ação teve como objetivo evitar novos despejos e conscientizar a população quanto a necessidade de ser obedecer os horários e locais corretos de coleta.

Equipes da CLIN, limpavam o local diariamente, com auxílio de maquinários específicos e semanalmente retiravam, apenas deste ponto, cerca de 07 toneladas de resíduos, descartados irregularmente pela população.

‘’Tivemos a iniciativa de revitalizar uma área que estava degradada e com isso evitar que volte a ocorrer o descarte irregular de entulho neste ponto, além disso, o plantio de mudas deixa o local bem mais agradável", analisa Claudio Lyrio, superintendente da CLIN.

As mudas plantadas no local, foram produzidas no viveiro da CLIN que conta com mais de 140 mil unidades,sendo aproximadamente 90 espécies da Mata Atlântica, como pau-brasil, babosa branca, aroeira, angico vermelho, figueira da pedra, além de mudas de ipê branco e roxo, açaí, jabuticaba, pitanga, dentre outras espécies frutíferas. Existe ainda um projeto piloto de produção de mudas de plantas medicinais, que ajudará na prevenção e no tratamento de doenças em comunidades carentes. O viveiro da CLIN serve como base para o reflorestamento, recuperação de encostas e áreas degradadas e arborização de regiões da cidade. Todas as mudas são produzidas a partir de resíduos de poda, já que este material é rico em nutrientes e auxilia no desenvolvimento das plantas. A empresa não tem gasto com as embalagens em que as mudas são plantadas, já que são utilizados materiais recicláveis recebidos nos ecopontos, principalmente as embalagens de leite.

 


Clin faz alerta sobre respeito aos dias e horários de coleta

Com o intuito de coibir o descarte irregular de resíduos e orientar sobre a importância de respeitar os dias e horários da coleta domiciliar, a CLIN vem intensificando as ações de conscientização e fiscalização. Nos últimos 12 meses, 1.354 notificações foram emitidas e 213 pessoas autuadas.

 

A orientação passada pela CLIN é que os resíduos sejam disponibilizados apenas 1 hora antes do início docoleta, ou seja, a partir das 06h da manhã onde a coleta é diurna e a partir das 19h onde a coleta é noturna. Em caso de chuva forte o lixo não deve ser colocado pra fora, evitando assim que os resíduos se espalhem causando ainda mais transtornos. 

Se a equipe da CLIN vir ou receber uma denúncia sobre a colocação de lixo na rua fora do horário da coleta,ou sobre despejo de entulho em local irregular, poderá cobrar uma multa, no valor de R$ 1459,47. Os munícipes podem colaborar com a manutenção da cidade denunciando infratores pelo 0800-022-215 ou pelo link da ouvidoria no site http://www.clin.rj.gov.br/?a=o uvidoria. Os horários da coleta no seu bairro podem ser conferidos no link  http://www.clin.rj.gov.br/?a= horariodecoleta.

 


Vale lembrar que atualmente toda cidade é atendida pela coleta domiciliar e pela coleta seletiva. Além disso, existem diversos pontos de entrega voluntária de resíduos recicláveis e mais de 2.000 papeleiras instaladas, para acondicionamento de pequenos detritos, em toda o município.

Continuar lendo
52 Acessos
0 comentários

Em Niterói, linha de ônibus 52A começa a operar neste sábado 

A partir desde sábado (15/7), a linha de ônibus 52 (Baldeador-Itaipu) volta ao seu trajeto original, passando pelo Cantagalo, e entra em circulação a linha 52A (via túnel Charitas-Cafubá). A linha de ônibus 30 (Martins Torres-Centro) também sofrerá alterações. A portaria com as mudanças será publicada nesta quinta-feira (13/7), no Diário Oficial do município.

De acordo com o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, as alterações estão sendo realizadas atendendo pedidos dos moradores dessas regiões. “A nossa administração tem como uma de suas características mais importantes, ouvir as pessoas e, esse pedido, essa reivindicação de mudanças na linha 52 foi feita pela associação de moradores. A partir de estudos sobre a viabilidade dessa alteração, decidimos criar essa linha que vai funcionar a partir de sábado”, disse.   

O secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, explicou que a linha 52 terá restabelecido seu trajeto original, saindo do Baldeador passando pela região de Pendotiba, Largo da Batalha e seguindo em direção à Região Oceânica pelo Cantagalo.

“Com a inauguração do túnel Charitas-Cafubá, para atender a demanda de passageiros em direção à Charitas, essa linha foi alterada. Porém, com estas reivindicações de moradores do Cantagalo será restabelecido o trajeto original e criada a linha 52A para atender aos moradores da região de Pendotiba, Largo da Batalha e São Francisco que costumavam usar as linhas 38B e 39B para chegarem à estação do catamarã em Charitas”, enfatizou Barandier.

A linha 52A sai do Baldeador passando por Maria Paula, acessando a Estrada Caetano Monteiro, Largo da Batalha, Estrada da Cachoeira e Avenida Rui Barbosa para ir até Charitas, e dali seguir para a Região Oceânica via túnel Charitas-Cafubá.

A linha de ônibus 30 também terá seu itinerário modificado no sentido Martins Torres-Centro. Os coletivos, que seguem pela Rua Domingues de Sá, em Icaraí, vão acessar diretamente a Avenida Roberto Silveira, se passar, portanto, pelas Ruas Gavião Peixoto e Cinco de Julho.

Continuar lendo
47 Acessos
0 comentários

Avançam as obras nas comunidades da Zona Norte em Niterói

Nos próximos três meses, a Zona Norte de Niterói ganhará importantes obras de infraestrutura, drenagem e pavimentação. Na Rua Bombeiro Américo, no Caramujo, a obra de contenção de encosta entra em reta final com a conclusão da pavimentação da via principal. Já no Capim Melado, em Ititioca, o centro comunitário está quase concluído e ficará pronto em agosto. No Morro do Bonfim, no Fonseca, o conjunto de obras inclui sete pontos de contenção.

Continuar lendo
30 Acessos
0 comentários

Em Niterói, começa instalação de manilhas na Estrada Francisco da Cruz Nunes

Começou nesta quinta-feira (06/07) a colocação das manilhas na maior obra de macrodrenagem da história da Região Oceânica, iniciada na última segunda-feira na Estrada Francisco da Cruz Nunes, em Itaipu. A execução desta primeira fase, no trecho entre o Motel Status e o Shopping Piazza, tem previsão de três meses. A intervenção, no eixo da TransOceânica, irá solucionar problemas históricos de alagamentos em áreas como o Trevo de Piratininga. Este projeto também vai beneficiar o loteamento Santo Antônio, já que após a sua execução, será possível iniciar o trabalho de microdrenagem do loteamento.

Para a execução desta obra está sendo necessária a interdição das quatro faixas sentido Itaipu da Estrada Francisco da Cruz Nunes. O fluxo de veículos nesta área está sendo feito pelas quatro faixas sentido Centro, sendo as duas principais destinadas aos motoristas que seguem para Itaipu, e as duas auxiliares para aqueles que seguem em direção ao Centro. Agentes da NitTrans estão no local ordenando o trânsito e orientando os motoristas.

Para o acesso ao comércio neste trecho, as duas primeiras quadras das ruas internas terão estacionamento de veículos permitido. O ponto de ônibus em frente ao McDonald’s foi deslocado para a altura da creche escola Me Ninar. 

Durante toda a obra serão abertas diferentes frentes de trabalho. A segunda etapa começa na segunda quinzena de julho e abrange a área entre o shopping Piazza até a Cultura Inglesa. Também será preciso interditar as pistas sentido Itaipu da Estrada Francisco da Cruz Nunes neste trecho e a operação do trânsito seguirá o mesmo esquema. 

O ponto de ônibus próximo ao posto de gasolina Cancun será deslocado e ficará próximo a Cultura Inglesa. Já para o ponto em frente à Rua Madri será criada uma baia de acesso dos coletivos e passageiros na mesma direção. A previsão de duração desta etapa é de quatro meses.

Continuar lendo
24 Acessos
0 comentários

Cidade ganha projeto de policiamento semelhante ao implantado no Rio

Anunciado pelo prefeito Rodrigo Neves, o Niterói Mais Segura deve disponibilizar mais 200 PMs nas ruas do Centro e Icaraí

 A Prefeitura de Niterói anunciou hoje (5.7) uma nova iniciativa na área da segurança pública municipal: o Niterói Mais Segura. O programa seguirá o modelo implantado com sucesso em bairros como Centro, Lagoa e o Méier, todos no Rio de Janeiro. O prefeito Rodrigo Neves ressaltou que, apesar de ser uma atribuição do Governo do Estado, o Município não poupa esforços para auxiliar no combate à violência.

Continuar lendo
25 Acessos
0 comentários

Festa de Itaipu acontece neste final de semana em Niterói

Além de ir praia, saborear as comidas típicas da festa e curtir os shows, o visitante também pode aproveitar e conhecer o Museu de Arqueologia de Itaipu.

Uma das festas mais tradicionais de Niterói acontece a partir desta sexta-feira (07-07) na praia de Itaipu, na Região Oceânica. Organizada pela Colônia de pesca Z-7 e com o apoio da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur), da Prefeitura de Niterói, a festa promete alegrar o bairro e movimentar o turismo da região com inúmeros shows, além de comidas típicas e parque de diversão. E para quem ainda não conhece, a dica é fazer uma viagem ao tempo e visitar o Museu de Arqueologia de Itaipu, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional,  que fica próximo as dunas.

Quem passar pelo  o museu poderá conhecer a exposição permanente “Percursos do Tempo Revelando Itaipu”, que revela a pluraridade cultural e o modo de viver dos povos que ali viveram. A visita é mediada por funcionários do museu uma construções antiga que fica em meio a beleza natural .No local existe também o sítio arqueológico que abrigou os povos, que viveram nesta parte litorânea há aproximadamente 5 mil anos atrás.

Entre suas atividades culturais estão: ação educativa com visitas mediadas e realização de oficinas; Pesquisa e Museologia com a realização do Inventário Participativo de Pessoas e Memórias: projeto de pesquisa e registro audiovisual das memórias dos moradores de Itaipu; Eventos: Feira de economia solidária (feira de alimentos orgânicos e de artesanato – aos sábados, das 9h às 16h). O MAI recebeu neste ano, até o mês de junho mais de 3 mil visitantes.

Em dias normais de funcionamento oferece visitas guiadas, mas às segundas-feiras – quando está fechado ao público – pode-se agendar, gratuitamente, ensaios fotográficos.

Segundo o presidente da Neltur, José Guilherme do Vale Azevedo, moradores da cidade, visitantes e turistas terão uma opção completa de lazer, história e cultura, neste final de semana em Itaipu.

Ele destaca que o passeio completo inclui aproveitar a bela paisagem, a praia de Itaipu e degustar os melhores pratos de frutos do mar no Polo Gastronômico da Região Oceânica, na beira da praia e o pôr-do-sol no final da tarde. À noite, as atrações são comidas típicas , shows e forró, com  a festa tradicional de São Pedro de Itaipu.

“Para  José Guilherme, Itaipu com seus apelos e a festa de São Pedro movimentam a economia da cidade, através dos seus polos gastronômicos, transporte, rede hoteleira e comércio de produtos típicos”.

Continuar lendo
44 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Niterói anuncia novas medidas para contribuir com o Governo do Estado em ações de segurança pública na cidade

 

Pacote de medidas inclui implantação do projeto Centro Presente e convênio para remuneração de policiais das forças especiais 

Na manhã desta terça-feira (4/7), o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, anunciou um pacote de medidas que visam contribuir para minimizar os problemas da grave crise da segurança pública no Estado do Rio. Entre as ações da Prefeitura estão uma parceria com a Fecomércio para implantação do projeto Centro Presente, como já acontece no Rio de Janeiro, e a assinatura com o Governo do Estado de novo convênio para remuneração de policiais das forças especiais, como o Bope, nos horários de folga. A iniciativa da gestão municipal inclui, ainda, a ampliação de vagas no Proeis e a criação de um programa de inclusão produtiva, que tem como foco jovens das comunidades de Niterói que estão fora da escola e também não trabalham.

O prefeito enfatizou que, apesar de a segurança pública ser uma atribuição constitucional do governo do Estado, o município vem desenvolvendo várias ações nos últimos anos, visando uma parceria para melhorar a questão da segurança na cidade.

“Amanhã (5/7), vamos nos reunir com representantes da Fecomércio com o objetivo de trazer para Niterói o projeto Centro Presente, nos moldes do que já acontece no Rio, com a presença de policiais e soldados remanescentes de formação do Exército para ampliação da presença da força pública nas ruas da cidade, começando pelo Centro e por Icaraí”, disse Rodrigo Neves.

Na quinta-feira, o prefeito assina um novo convênio com o comandante da Polícia Militar e com o secretário de Estado de Segurança Pública, de apoio da Prefeitura de Niterói às forças de segurança pública do Estado. “Neste convênio, a Prefeitura vai disponibilizar mais R$ 3,5 milhões para que possamos, nos horários de folga dos policiais das forças especiais, como a polícia motorizada do Batalhão de Choque e o Bope, remunerar esses profissionais para atuarem no policiamento ostensivo, não apenas na Zona Sul, como na região Norte, em Pendotiba e na Região Oceânica. O objetivo é que esses efetivos possam ser ampliados em Niterói”, enfatizou o prefeito.

Outra ação que trará reforço na segurança é a disponibilização a todos os policiais militares de mais vagas no Proeis, que é um programa no qual a Prefeitura remunera os PMs que não são das forças especiais para atuarem no policiamento ostensivo. A meta é que com esta ação, aproximadamente mais 150 policiais estejam diariamente nas ruas da cidade.

A implantação, até o fim de agosto, de todos os portais de segurança nas entradas da cidade, como os que já foram implantados na Ponte Rio-Niterói, também foi uma das medidas informadas pelo prefeito. Serão cinco equipamentos nas divisas com municípios vizinhos em locais como a Alameda São Boaventura, a Avenida Central, o Barreto e em Várzea das Moças. Essa tecnologia permite identificar as placas dos veículos.

O prefeito citou, também, a conclusão, na próxima semana, do treinamento de 31 guardas municipais, por meio de um projeto piloto, para transformar a guarda municipal em polícia comunitária.

“A situação da segurança pública no Estado é gravíssima e, infelizmente, tende a se agravar ainda mais. Por isso, estamos adotando novas medidas relacionadas a investimentos da Prefeitura na área da segurança pública, apesar de ser uma atribuição constitucional do Estado. No caso específico de Niterói, em função da formação da nossa guarda, em função de ter 80% de seus componentes com nível superior, os investimentos que realizamos no Centro de Formação e na qualificação desses profissionais, além de acompanhamento psicológico, não tenho dúvidas de que é possível, e também necessário, fazer como já acontece em cidades com um perfil muito semelhante ao de Niterói, como Curitiba e Florianópolis, que adotaram o armamento para a guarda municipal”, disse Rodrigo Neves.

Um dos diferenciais do curso que está sendo realizado em Niterói é o tempo de treinamento que os agentes estão recebendo. “Este tipo de treinamento requer 60 horas, em média, e é feito com a Polícia Militar, na cidade o curso de formação para guardas portarem e usarem arma de fogo está tendo cinco vezes mais, com 300 horas”, disse.

Neves lembrou, ainda, que no segundo semestre será realizado um plebiscito para consultar a sociedade sobre o armamento da guarda municipal e a transformação em polícia comunitária.

“Não é possível mais contar apenas com as forças da Polícia Militar para prover a segurança pública em Niterói. Caso aprovado o armamento da guarda, em um primeiro momento esses profissionais atuarão em parceria com a Polícia Federal e a Polícia Militar, que são parcerias neste projeto piloto para só depois ser ampliado para toda a guarda”, explicou.                 

Mais uma ação destacada pelo prefeito foi a criação, em agosto, de um programa com foco nos jovens das comunidades de Niterói que estão fora da escola e também não trabalham.

“A Prefeitura já tem vários programas sociais, como o Aprendiz, que é um programa de iniciação musical, com mais de quatro mil adolescentes aprendendo música clássica, além do programa em parceria com o ex-jogador Gerson, o Canhotinha de Ouro, com a prática esportiva para jovens e adolescentes em vulnerabilidade social. Estes são poderosos instrumentos contra a violência. E diante do agravamento da crise social e do desemprego, que desestrutura os núcleos familiares, sobretudo nessas famílias mais humildes, vamos criar este projeto, recrutando jovens entre 16 e 24 anos de todas as regiões da cidade. Teremos ações para reinserção na escola, pagamento de uma remuneração mensal e, através dessa iniciativa, eles serão incluídos em programas de reflorestamento, jardinagem, guardiões do mar, das praias, será amplo programa de inclusão produtiva”, pontuou Neves.

  

Investimentos municipais - Embora segurança pública seja uma atribuição constitucional do Estado, a Prefeitura de Niterói vem realizando diversas ações com o objetivo de contribuir para melhorar a segurança na cidade. Nos últimos quatro anos, a gestão municipal já investiu cerca de R$ 100 milhões em iniciativas como obra em unidades policiais, entre elas a construção da sede provisória da Delegacia de Homicídios, melhorias na Delegacia Regional da Polícia Federal, na sede do Instituto de Medicina Legal (IML), na sede do 12º Batalhão da PM, nas delegacias de polícia do Centro (76ª DP), Icaraí (77ª DP) e Jurujuba (79ª DP), e nos postos policiais do Largo da Batalha e da Vila Progresso.

Também foram reformados e construídos prédios para abrigar Companhias Destacadas da PM em Pendotiba, Horto do Fonseca, Cavalão, Morro do Estado e Caramujo, além da reforma e reativação de seis cabines da PM que passaram a ser compartilhadas com a Guarda Municipal nos bairros do Fonseca, Icaraí, São Francisco, Piratininga, Vital Brazil e Santa Rosa.

Entre 2013 e 2016, a Prefeitura de Niterói dobrou o efetivo da Guarda Municipal, passando de 300 para 600 agentes por meio de um concurso público. A meta é chegar a mil guardas, que é o limite permite por lei. Os agentes também ganharam uma nova sede, a Cidade da Ordem Pública Marcus Jardim, no Barreto, que conta com um auditório com capacidade para 350 pessoas, alojamentos, banheiros e refeitório, entre outras instalações.

Em 2017, os guardas municipais passam a receber auxílio uniforme duas vezes por ano, no valor de R$ 500. Uma parcela será paga no primeiro semestre e a outra,  no segundo. A primeira já foi paga. O auxílio uniforme era uma aspiração antiga dos guardas e é a maneira mais rápida de o agente se apresentar para a população com o fardamento em dia. Com o auxílio, o guarda pode adquirir não só o fardamento tradicional, como também o uniforme de verão.

Foi criado o Regime Adicional de Serviço (RAS) da Guarda Municipal, que autoriza o trabalho de integrantes da corporação em turnos adicionais com escala diferenciada com gratificação de encargos especiais (GEE) de R$ 150 para 8 horas e de R$ 225 para 12 horas de serviço adicional.

A realização de cursos de capacitação para guardas municipais é outra iniciativa que vem sendo adotada nos últimos anos. Em abril, teve início o primeiro curso de armamento e tiro da guarda, que é um projeto piloto. Está sendo realizado também curso de qualificação profissional para agentes que têm entre 10 e 20 anos na corporação e, após a conclusão, poderão concorrer aos cargos de coordenador e subinspetor, e àqueles com mais de 20 anos, possibilitando a participação em concursos para inspetor, inspetor adjunto e inspetor geral.

Em agosto de 2015, foi inaugurado na Região Oceânica, o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp), que conta com câmeras espalhadas pela cidade. No Cisp, guardas municipais trabalham monitorando a cidade e acionando as forças de segurança e serviços de emergência de forma mais dinâmica.

         Em abril deste ano, a Guarda  Municipal de Niterói ganhou um novo grupamento: a Coordenadoria de Ciclopatrulhamento, que foi incorporado a 2º Inspetoria Regional da instituição, em Icaraí. Com esta ação, o número de agentes de bicicleta que atuam na cidade passou de 12 para 32, em regime de escala.

Os guardas receberam treinamento que foi ministrado por policiais do Batalhão em Áreas Turísticas (BPTur), da Polícia Militar. Durante o curso de 40 horas, os guardas puderam adquirir conhecimento em normas de segurança de circulação, princípios técnicos de abordagem e, até mesmo, manutenção de bicicletas.    

Aproximadamente 2.140 policiais civis, militares, bombeiros e agentes penitenciários que trabalham em Niterói receberam, em fevereiro, uma ajuda de custo de R$ 3,5 mil, em parcela única. A medida, proposta pelo prefeito Rodrigo Neves na abertura dos trabalhos legislativos, foi aprovada, em segunda discussão, pela Câmara de Vereadores.

         Essa não foi a primeira gratificação oferecida pela Prefeitura aos agentes das forças de segurança. No ano passado, foi criado o primeiro programa municipal no Estado para incentivar o cumprimento de metas de redução de índices de criminalidade para policiais militares e civis, que concede bônus de R$ 1,5 mil por agente, a cada trimestre. Esse benefício foi estendido para guardas municipais este ano através de projeto de lei. 

         Foi realizada, também, por este governo, a ampliação do convênio do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), que permite PMs trabalharem voluntariamente em seu horário de folga mediante gratificação.

A Prefeitura de Niterói firmou um convênio com o Estado para custear a manutenção de viaturas do 12º BPM. Serão aproximadamente 127 viaturas da PM. A previsão orçamentária de até R$ 1,5 milhão para execução dos serviços de manutenção.

Continuar lendo
10 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Niterói divulga 30 finalistas para trabalhar em projetos do município

Vetor Brasil, entidade sem fins lucrativos, responsável pela seleção, busca talentos para atuarem no setor público

A Prefeitura de Niterói divulgou os 30 finalistas do processo seletivo, conduzido pelo Vetor Brasil, que escolherá os 10 profissionais para ocupar funções na Secretaria de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle (Seplag) e Secretaria Executiva (Sexec) do município. Os selecionados disputaram as 30 vagas com um total de 7.135 inscritos e participarão de mais duas etapas do processo até a escolha final. Os 10 contratados vão trabalhar em regime temporário pelo período de 12 meses.  

Continuar lendo
22 Acessos
0 comentários

Niterói ganha Centro de Controle Populacional de Animais Domésticos

Além da esterilização gratuita, espaço também vai oferecer cursos de banho e tosa

As matilhas de cães e colônias de gatos que vivem nas ruas serão os primeiros alvos do Centro de Controle Populacional de Animais Domésticos (CCPAD), inaugurado na tarde desta segunda-feira (03.07), no bairro do Fonseca, Zona Norte de Niterói. Esses animais foram cadastrados pela Coordenadoria Especial de Direitos dos Animais (Ceda) e serão esterilizados no decorrer do mês de julho nas dependências do centro.  Após a cirurgia, os cães e gatos serão oferecidos para adoção. Os que não forem adotados voltarão para os seus locais de origem.

No final de julho, os proprietários de animais poderão se cadastrar para marcar as cirurgias gratuitas de castração, que terão início em agosto. O CCPAD possui dois centros cirúrgicos com equipamentos de última geração, sala de pós-operatório, canil, gatil e consultórios. No CCPAD também serão oferecidos cursos profissionalizantes de banho e tosa, voltados para jovens em situação de vulnerabilidade.

O CCPAD foi inaugurado pelo prefeito Rodrigo Neves, que destacou a importância das iniciativas ambientais e de sustentabilidade  em sua gestão.

“Essa conquista de hoje é histórica. A administração municipal tem que cuidar das pessoas, da infraestrutura, mas também tem que cuidar do meio ambiente em que vivemos. Por isso estamos preocupados com a proteção de nossos remanescentes de Mata Atlântica,  estamos fazendo o maior programa de arborização urbana da história da cidade - já foram plantadas milhares de mudas em três anos-, e é por isso que estamos fazendo esse trabalho de proteção aos animais. Nós aprovamos em 2015 a Lei Municipal de Proteção Animal. E agora, com a inauguração desse centro, a gente disponibiliza para a sociedade de Niterói e para os nossos animais um equipamento de altíssima qualidade", afirmou Neves.

O coordenador de Direitos dos Animais, Daniel Marques, disse que inaugurar o centro é um  momento de realização de um sonho.

 “Teremos curso profissionalizante de banho e tosa, para incluir jovens no mercado de  trabalho, em parceria com a Secretaria de Assistência Social. O CCPAD, além de ser um aparelho de proteção animal, será um centro de inclusão social. Estamos aqui para servir à população, esterilizar, saber onde estão os animais, controlar as colônias, saber os que os protetores precisam e apoia-los, e fazer política de educação, que é necessária para coibir o abandono e os maus-tratos”, explicou.

Axel Grael, secretário Executivo, ressaltou que a proteção animal é uma tema da maior importância e que a prefeitura sabe como as pessoas anseiam em ver políticas públicas que melhorem a qualidade de vida dos animais.

“Com o controle populacional poderemos garantir um convívio melhor, evitar sofrimento dos animais, pode fazer com os que eventualmente estejam precisando de atenção e de cuidados possam ser abrigados no centro e depois adaptados. Niterói tem um trabalho pioneiro, que hoje é referência no estado e no país. Hoje chegamos a esse centro que eu tenho certeza que nos coloca em outro patamar. As políticas públicas ambientais de Niterói, como um todo, são hoje reconhecidas e são uma referência para o país, não só a proteção animal, mas a criação de áreas verdes, como  programa Niterói mais Verde que nós criamos e que nos coloca na  vanguarda das estratégias de conservação de ecossistemas. Na área de saneamento, a cidade vai ter um papel de liderança ainda maior quando forem concluídos os investimentos que estão e andamento e nós chegaremos a 100% de esgoto coletado e tratado. Nós temos conseguido fazer com que a cidade avance na agenda da sustentabilidade na mobilidade, no urbanismo. Niterói está avançando muito, mostrando para outras cidades o caminho, mas isso se faz com investimento e, principalmente, com muita vontade política”, destacou Grael.

Também participaram da solenidade de inauguração do CCPAD os secretários de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade, Eurico Toledo; e de Obras, Vicente Temperini; o diretor de Proteção Animal, Marcelo Pereira; o presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária, Cícero Pitombo, entre outras autoridades.

Continuar lendo
42 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Niterói deposita primeira parte do 13º salário de 2017

A partir desta terça-feira, cerca de 12 mil servidores, entre ativos, inativos e pensionistas, vão receber a primeira parcela junto com os vencimentos de junho

Continuar lendo
17 Acessos
0 comentários

Obra de macrodrenagem teve início nesta segunda-feira, na Estrada Francisco da Cruz Nunes

A primeira etapa da maior obra de macrodrenagem da história da Região Oceânica começou na manhã desta segunda-feira (03/07). Para a execução desta obra está sendo necessária a interdição das quatro faixas sentido Itaipu da Estrada Francisco da Cruz Nunes, no trecho entre o motel Status e o shopping Piazza. O fluxo de veículos nesta área está sendo feito pelas quatro faixas sentido Centro, sendo as duas principais destinadas aos motoristas que seguem para Itaipu, e as duas auxiliares para aqueles que seguem em direção ao Centro. Cinco agentes da NitTrans estão no local ordenando o trânsito e orientando os motoristas.

Continuar lendo
37 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Niterói deposita primeira parte do décimo terceiro de 2017 amanhã

Os servidores públicos ativos de Niterói vão receber a primeira parcela do décimo terceiro salário de 2017 amanhã (4/7), junto com os vencimentos referentes ao mês junho, obedecendo o cronograma por categoria. Cerca de 12 mil funcionários serão beneficiados, entre ativos, inativos e pensionistas. O pagamento da primeira parcela do benefício será realizado no dia 4 para servidores ativos, no dia 5 para aposentados e dia 7 para pensionistas.

Continuar lendo
23 Acessos
0 comentários

Obra de macrodrenagem começa nesta segunda-feira, na Região Oceânica de Niteói

A partir desta segunda-feira (3/7), as pistas sentido Itaipu da Estrada Francisco da Cruz Nunes estarão fechadas ao tráfego de veículos no trecho entre o motel Status e o shopping Piazza. O trânsito irá operar nas quatro faixas sentido Centro, sendo as duas principais destinadas aos motoristas que seguem para Itaipu, e as duas auxiliares para aqueles que seguem em direção ao Centro. O ponto de ônibus em frente ao McDonald’s será deslocado para a altura da creche escola Me Ninar. A interdição será necessária para o início da maior obra de macrodrenagem da história da Região Oceânica de Niterói.

Continuar lendo
41 Acessos
0 comentários

Niterói terá Dia D da vacinação contra HPV no sábado

Meninas de 9 a 14 anos e meninos com 11 a 14 anos de idade deverão comparecer aos locais de vacinação

No sábado, 1° de julho, os profissionais de saúde da Prefeitura de Niterói estarão mobilizados para realização do Dia D da vacinação contra HPV e meningite. Todas as Policlínicas, Unidades Básicas e módulos do Programa Médico de Família estarão vacinando o público alvo das 8h às 12h.

Meninas de 9 a 14 anos e meninos de 11 a 14 anos de idade deverão comparecer aos locais de vacinação e apresentar o Cartão de Vacinação e um documento para comprovação da idade. Também fazem parte da população alvo mulheres e homens vivendo com HIV, com idade entre 9 e 26 anos. Esse grupo específico deverá procurar o serviço de Saúde onde é acompanhado para buscar as orientações necessárias para se vacinar.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Maria Célia Vasconcellos, a vacina é muito importante e é preciso vencer o preconceito que, principalmente os meninos, possuem em frequentar serviços médicos.

“O vírus do HPV é responsável pelo surgimento de câncer de colo de útero e está associado a outros tipos da doença, desta forma é fundamental que os adolescentes, dentro da faixa etária, comparecem às unidades de saúde, não apenas para vacinação, mas também acompanhamento preventivo e outras ações de promoção à saúde”, alerta a secretária.

Por conta da diminuição na procura pela vacina contra o HPV, a Fundação Municipal de Saúde de Niterói, em parceria com a Fundação Municipal de Educação, intensificou este mês as ações voltadas para a vacinação dos adolescentes. O objetivo é alertar pais e o público alvo sobre a importância da imunização.

No ano de 2014, a vacina quadrivalente contra o Papiloma Vírus Humano (HPV) começou a fazer parte do Calendário Nacional de Vacinação e está disponível na rede municipal de saúde, de segunda a sexta, das 8h às 17h.


Salas de vacina – Policlínicas Dr. Carlos Antônio da Silva - Rua Jansen de Mello s/nº, São Lourenço; Dr. Sérgio Arouca - Praça Vital Brazil s/nº, Santa Rosa; Dr. Guilherme Taylor March - Rua Desembargador Lima Castro, 238, Fonseca; Dr. Francisco da Cruz Nunes - Rua Ver. Armando Ferreira, 30, Largo da Batalha; Assistente Social Maria Aparecida da Costa - Est. Engenho do Mato s/nº, Itaipu; Dr. Renato Silva - Av. João Brasil, s/nº, Engenhoca; Aurelino Barcellos - Av. Carlos Ermelindo Marins s/nº, Jurujuba; Professor Barros Terra - Rua Alcebíades Pinto, s/nº, Cantagalo; e Dr. João da Silva Vizella- Rua Luiz Palmier, 726 – Barreto.

Unidades Básicas de Saúde (USB) do Centro; Morro do Estado; Santa Bárbara; Engenhoca; Baldeador e Piratininga.

Programa Médico de Família (PMF) e Clínica Comunitária da Família (CCF): Alarico; Atalaia; Bernardino; Cafubá I; Cafubá II; Cafubá III; Cantagalo; Caramujo; Colônia; Engenho do Mato; Grota II; Ititioca; Jonathas Botelho; Jurujuba; Leopoldina; Maceió; Maravista; Marítimos; Maruí; Matapaca; Nova Brasília; Palácio; Preventório I; Preventório II; Souza Soares; Viçoso; Vila Ipiranga; Viradouro; Vital Brasil e CCFs Badu; Ilha da Conceição; Teixeira de Freitas; Várzea das Moças.

Continuar lendo
28 Acessos
0 comentários

Mais de 200 mil refeições servidas no Restaurante Cidadão de Niterói

O Restaurante Cidadão Escritor Jorge Amado, no Centro, já serviu mais de 79 mil toneladas de alimentos – entre 220 mil almoços e 40 mil cafés da manhã – desde que foi municipalizado pela Prefeitura de Niterói e reaberto ao público, em 2 de janeiro deste ano. O local, que recebeu a visita do prefeito Rodrigo Neves nesta quarta-feira (28/6), será o único restaurante popular em funcionamento a partir da segunda-feira (3/7), quando as unidades de Duque de Caxias e Nova Iguaçu, terão suas atividades encerradas.

“Esse restaurante era um equipamento do Governo do Estado, ficou fechado em novembro e dezembro, e nós reabrimos em 2 de janeiro. Foi meu primeiro ato como prefeito reeleito da cidade. Fizemos obras muito importantes na cidade, como o túnel Charitas-Cafubá, mas reabrir esse restaurante é uma das coisas que me deixam mais feliz. É muito importante olhar por aqueles que mais necessitam, que estão sofrendo mais com essa crise, como os desempregados, aposentados e estudantes”, destacou o prefeito, que foi surpreendido com um bolo em comemoração ao seu aniversário de 41 anos.

A secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Verônica Lima, afirma que o restaurante é o equipamento mais importante da política de segurança alimentar do Município e ressalta que o cardápio é balanceado, elaborado por nutricionistas.

“Saber que o Restaurante Cidadão está servindo a tantas pessoas e proporcionando uma alimentação digna e de qualidade me deixa muito emocionada. Nossa missão perante a sociedade é garantir a cidadania plena do povo e a municipalização do restaurante trouxe isso, o resgate da cidadania e dignidade dessas pessoas”, ressalta a secretária.

Frequentadores assíduos do restaurante, os aposentados Lígia Maria Gomes, de 71 anos, e José Antônio Gomes, de 82, contam que almoçam no local três vezes por semana, quando saem de Alcântara, em São Gonçalo, para fazerem tratamento médico em Niterói.

“No final do ano passado, quando o restaurante fechou, foi muito difícil para a gente. Ter este almoço aqui nos permite continuar fazendo o tratamento médico. Foi uma benção quando reabriu”, conta Lígia.

“Agora o restaurante está mais limpo, arrumado, temos até decoração junina. A comida também ficou mais gostosa”, completa José.

A enfermeira aposentada Sílvia Barros, 80 anos, aproveita para almoçar no Restaurante Cidadão quando vem ao Centro de Niterói para fazer compras ou resolver algum problema.

“Comecei a almoçar aqui este ano e todas as vezes foi muito bom. A comida é muito gostosa e é ótimo para mim, que moro sozinha, ter esta facilidade”, explica.

O almoço é servido de segunda a sexta, das 10h às 15h, no valor de R$ 2, com cardápio variado. O café da manhã, das 6h às 9h, que custa R$ 0,50, é composto por pão com manteiga e café com leite, café puro ou refresco.

Continuar lendo
33 Acessos
0 comentários