Nova Iguaçu continua com reforço da vacinação contra febre amarela

Em Nova Iguaçu, o Dia de D de vacinação contra febre amarela está sendo realizado  todos os dias. Desde o início do ano, a cidade mobilizou mais de 100 profissionais de saúde para aplicação da vacina em 61 pontos, incluindo uma tenda especial montada na praça central de Tinguá e dois ônibus com vacinação itinerante que percorrem os bairros no entorno da Reserva Biológica de Tinguá. Na região, o cinturão de bloqueio foi reforçado com o funcionamento de cinco postos de saúde, todos os dias da semana, inclusive sábados e domingos, das 8h às 17h. São eles: Adrianópolis, Jaceruba, Rio D’Ouro, Tinguá e Vila de Cava. O mesmo esquema especial de vacinação está sendo aplicado na tenda e nos ônibus aos fins de semana. 

 

Neste sábado (27), quando ocorrerá em outros municípios o Dia D Vacinação Contra Febre Amarela, além desses, outros 58 postos de vacinação também estarão aplicando a vacina, das 8h às 17h. Após este dia, os postos seguem vacinando normalmente contra febre amarela, de segunda a sexta-feira, no mesmo horário.  

 

“Nova Iguaçu está fazendo sua parte e desde março de 2017 já vem vacinando a população como medida de prevenção. Este ano, reforçamos a campanha e já conseguimos imunizar mais de 312 mil pessoas, incluindo trabalhadores e turistas que visitam Tinguá. Cerca de 25% do público que procura os postos de saúde de Nova Iguaçu são de outras cidades. Mesmo com a grande procura, estamos conseguindo vacinar”, disse o secretário de Saúde, Hildoberto Carneiro, ressaltando: “É importante lembrar que o macaco não é o transmissor da doença e sim o mosquito. Por isso, a vacina é a melhor forma de prevenção”, garante.

 

Ainda no reforço do cinturão de bloqueio na zona da mata, próximo a Reserva Biológica de Tinguá, equipes de saúde estão indo as residências da região, reforçando a importância da imunização. Com apoio da Secretaria de Meio Ambiente, as equipes também estão visitando as residências localizadas de difícil acesso dentro da mata, para vacinar os moradores. 

 

Agentes da Superintendência de Vigilância Ambiental fazem pesquisas entomológicas na região de Tinguá, colhendo amostras de mosquitos para realização de exames que poderão constatar ou não se há contaminação da febre amarela. As ações são estendidas também com as visitas domiciliares, onde guardas de endemias aplicam larvicida quinzenalmente, e não mais no período bimestral, como estabelece o Ministério da Saúde. 

 
 

-- 

Queimados inicia fracionamento da vacina contra a ...
Washington Reis inaugura novo Centro Cirúrgico no ...