Secretaria de Cultura de Nova Iguaçu comemora aniversário da cidade com exposição



A Secretaria Municipal de Cultura realiza, na terça-feira (16), às 19h, a abertura da exposição Mauro Azeredo – a poesia imagética de um amor pela cidade, na Casa de Cultura. A mostra é uma grande homenagem ao artista e a Nova Iguaçu, por seus 185 anos. Quem comparecer vai poder apreciar os trabalhos de alta qualidade, boa parte deles retratando casarões, antigas construções e igrejas que compõem a memória afetiva e o patrimônio cultural iguaçuano.
 
O advogado e curador, José Luiz Teixeira, conta que a exposição vai reunir as melhores obras do artista. "Vamos exibir as produções da década de 1980, melhor fase do Mauro".
 
Ele também revela a emoção de organizar a exposição e não esconde sua admiração pelo amigo e artista. "Sou fã do trabalho dele, do seu traço em bico de pena e da energia que ele empregou para retratar Nova Iguaçu e toda a Baixada Fluminense". 
 
A mostra fica em cartaz até o dia 23 de fevereiro no espaço da Casa de Cultura que leva o nome do artista, a Galeria Mauro Azeredo. O local fica aberto para visitação de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A entrada é livre e gratuita.
 
Sobre Mauro Azeredo
 
Autodidata, iguaçuano e apaixonado pela arte. Mauro Azeredo começou seus trabalhos artísticos tarde, aos 40 anos, mas não perdeu mais tempo e produziu um acervo gigante, que retrata sua cidade natal e a Baixada Fluminense. A maioria de suas criações foram confeccionadas com bico de pena, mas também pintava a óleo. Apontado pelos amigos como tímido e talentoso, Mauro ganhou a admiração de muitos colecionadores e apreciadores da arte. Ele faleceu em 2006, no Hospital da Posse, deixando saudades e um legado artístico inestimável. 
Elevação da nota de risco do Brasil é questão de t...
Tradição da Folia de Reis se mantém viva em Belfor...