Em 2018, 920 famílias vão receber casas no Vicenzo Rivetti e na Posse em Petrópolis

 
 

Em 2018, 920 famílias vão receber em plenas condições as casas esperadas há tantos anos por quem ficou desabrigado por chuvas. As obras no conjunto habitacional da Posse já foram retomadas por parte do Estado e a reforma e conclusão das unidades construídas pelo município serão feitas em breve. Com isso, serão entregues 144 moradias completas. No Vicenzo Rivetti, onde a prefeitura realizou uma visitoria nesta terça-feira (09.01), serão mais 776 apartamentos, que têm previsão de entrega para abril.

Continuar lendo
70 Acessos
0 comentários

Grupo de jornalistas de turismo visita Petrópolis

Petrópolis tem chamado a atenção nos quatro cantos do país, em especial neste mês, principalmente em função da programação do Natal Imperial. No último fim de semana, a escolha da cidade como destino turístico ficou ainda mais evidente com a visita de um grupo da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet). Cerca de 50 jornalistas conheceram, no sábado (16.12), alguns pontos turísticos do Centro Histórico e ficaram encantados com a iluminação e decoração de Natal.

Continuar lendo
215 Acessos
0 comentários

Iluminação da cidade fica completa com as últimas inaugurações

Petrópolis já está com sua iluminação de Natal completa. Com as inaugurações da decoração da fachada do Palácio Quitandinha e do Túnel de Luz da Rua 16 de Março, no último fim de semana, a cidade concluiu o objetivo de se transformar em um universo mágico de Natal. Árvores por todo Centro Histórico foram iluminadas, a fachada da Câmara Municipal também ganhou decoração especial, ainda mais valorizada por apresentações de projeção mapeada, o Rio Quitandinha recebeu efeito azulado na Avenida Koeler e prédios, comércios e casas também entraram no clima acendendo suas luzes de Natal.

Continuar lendo
267 Acessos
0 comentários

Primeiro fim de semana do Natal Imperial terá chegada do Papai Noel, shows e desfile

O show do padre Fábio de Melo vai abrir o Natal Imperial na cidade, nesta sexta-feira (01.12) e com ele chega uma programação com quase 30 atrações no primeiro fim de semana da festa. Entre os destaques está a apresentação da cantora Bia Bedran, com um repertório infantil, e a Parada Iluminada, desfile que acontece na Rua do Imperador, no Centro, ambos no domingo (03.12). Mas não para por aí: autos de Natal, recreação infantil, chegada do Papai Noel, encontro de corais e muitas outras atividades estão entre as atrações, que são gratuitas. No sábado e no domingo, além do Centro Histórico, bairros como Alto da Serra e Castelânea, além de Itaipava, também recebem programação.

Continuar lendo
331 Acessos
0 comentários

Fique em Dia: 14.533 contribuintes regularizaram a situação junto ao município

Valores negociados entrarão nas contas do município em até 5 anos

Encerrada na tarde desta terça-feira (31.10) a segunda etapa do programa de regularização tributária Fique em Dia permitiu que 2.519 contribuintes em débito com o município negociassem em condições especiais e regularizassem a sua situação. A segunda tapa do programa teve início no dia 16 de outubro. Nesta terça-feira – último dia de atendimentos no clube Petropolitano – 560 contribuintes foram atendidos e destes 498 fecharam acordo. Desde a primeira etapa, realizada entre 8 e 30 de setembro, 14.533 contribuintes fecharam acordos e quitaram débitos de IPTU, ISS, Taxas e demais tributos municipais.

Continuar lendo
519 Acessos
0 comentários

Agora é lei: microcervejarias são incentivadas com programa específico

Bernardo Rossi sanciona lei que beneficia 21 empresas que geram 1,5 mil empregos.
Capital Estadual da Cerveja, Petrópolis estimula o crescimento do setor.

A lei de incentivo à instalação de microcervejaria artesanal e de brewpubs (bares que produzem e vendem a própria cerveja)  foi sancionada nessa quarta-feira (11.10). Um ato, na sede da prefeitura, com cervejeiros e equipes de secretarias e do legislativo envolvidos no programa de incremento do setor, marcou o início da vigência da lei que estabelece maior simplificação de licenças ambientais e agilidade na instalação destes novos negócios.

Continuar lendo
572 Acessos
0 comentários

Proppaz inicia aulas em projeto na Comac

Projeto "Eu construo meu amanhã", iniciado nesta segunda (09.10), oferece atividades para jovens em condição de vulnerabilidade social.

O Programa Promotores da Paz (Proppaz) deu início nesta segunda-feira (09.10) ao projeto “Eu construo meu amanhã”, desenvolvido pela Comac e voltado para jovens em condição de vulnerabilidade social. O objetivo é evitar que os participantes acabem cometendo atos infracionais e tenham que ser encaminhados para medidas socioeducativas. São 40 alunos da rede municipal que participam de atividades extracurriculares no contraturno escolar e que foram encaminhados pela Vara da Infância e da Juventude.

Continuar lendo
447 Acessos
0 comentários

Guarda Civil de Petrópolis amplia presença em pontos turísticos e no Centro

Cinco rotas agora vão contar com agentes fazendo rondas de patrulhamento durante todo dia.

A Guarda Civil está aumentando a presença de agentes em pontos turísticos e locais com grande movimento de pessoas no Centro Histórico. Cinco rotas agora terão uma dupla de agentes fazendo rondas de patrulhamento durante todo o dia, cada uma tendo um ponto base. Isso foi possível graças à reorganização da escala realizada pelo comando da corporação a partir do mês de outubro.

Continuar lendo
443 Acessos
0 comentários

Petrópolis aprova lei de incentivo às microcervejarias e brewpubs

A Câmara Municipal de Petrópolis aprovou nessa quarta-feira, 27 de setembro, o projeto de lei que reduz tributos de microcervejarias por cinco anos e simplifica as exigências ambientais para regularizar as plantas. Foram criadas duas classes de indústria para fábricas de pequeno impacto, onde se enquadram as cervejarias, e para brewpubs(E2), que são restaurantes que produzem sua cerveja sob o mesmo teto. As empresas serão avaliadas com pareceres das pastas de turismo e cultura.

Continuar lendo
428 Acessos
0 comentários

100 estudantes participam da Rio Info Petrópolis elaborando projetos para mobilidade, setor cervejeiro e saúde

Divididos em grupos, mais de 100 estudantes ficam reunidos até esta quinta-feira (31.08), elaborando projetos tecnológicos que melhorem aspectos da cidade como mobilidade, ambiente cervejeiro e saúde. Eles participam, ao lado de empresários e poder público, da II edição da Rio Info Petrópolis, aberto nesta quarta-feira (30.08).

Continuar lendo
277 Acessos
0 comentários

Hospital Alcides Carneiro organiza “mamaço” para incentivar a amamentação

“Agosto dourado” proporciona palestras, atividades em grupo e orientações sobre aleitamento materno

A prefeitura vem apoiando as ações de incentivo ao aleitamento materno propostas pelo movimento nacional “Agosto Dourado”. Na manhã desta quarta-feira (16.08), o Hospital Alcides Carneiro (HAC) realizou um ‘mamaço’ – ação que auxilia as mulheres sobre como amamentar os filhos que reuniu 40 mães na recepção da unidade. Diariamente o hospital vem proporcionando orientações, palestras e oficinas para as gestantes que dão entrada na maternidade.

O Hospital Alcides Carneiro tem a maior maternidade da região, com média de 250 partos mensais, além do atendimento especializado às gestantes com gravidez de alto risco. Para que o incentivo à amamentação e ao vínculo materno seja iniciado ainda no pré-natal, as Unidades Básicas de Saúde e Postos de Saúde da Família também estão organizando as ações por território. No próximo dia 23 de agosto a unidade do Retiro irá ter uma programação especial para atendimento as gestantes do bairro.

“O incentivo à amamentação e o vinculo materno é preconizado nas estratégias da Rede Cegonha. Estamos aproveitando as ações do agosto dourado para reforçar todo um processo que já temos desenvolvido junto às unidades de saúde, por conta disso, cada unidade criou sua programação de acordo com o perfil do seu território para envolver as mães e a família”, anuncia Fabíola Heck, superintendente de Atenção em Saúde.

De janeiro a junho 1.841 gestantes deram à luz na unidade. Com uma média de 250 partos por mês, a maior maternidade do município com 48 leitos é referência em atendimentos às gestantes com gravidez de alto risco. A unidade conta ainda com 10 leitos de UTI neonatal.

“O agosto dourado é uma ação mundial e que este ano estamos abraçando e esperamos que as ações possam chegar a todas as redes de atendimento. Iniciamos a programação com a cantata, hoje aconteceu o mamaço, teremos oficina de shantala que é uma massagem que acalma o neném, oficina de sling que é uma técnica para carregar o neném, workshop, roda de conversa, entre outras atividades”, afirma a coordenadora da maternidade, Lorena Sabbadini.

Mães aprovam programação do Agosto dourado

A equipe da maternidade promoveu um ‘mamaço’ na recepção do hospital Alcides Carneiro. A ação reuniu 40 mães onde foram demonstradas técnicas de como amamentar, como colocar o neném para arrotar após a amamentação, o período ideal de amamentação entre outros assuntos. Muitas mães que já passaram por outras gestações puderam ter acesso a informações que nunca foram passadas antes, como a importância do leite materno que é considerado a primeira vacina para o recém-nascido. Esse foi o caso de Lorena Josefine Caroline, que deu à luz a pequena Beatriz no dia 15.

“Muitas mães acabam não insistindo na amamentação porque o neném não pega o peito ou acha o processo dolorido. Aqui nós aprendemos as técnicas de como amamentar e a importância para a saúde da minha filha mantê-la consumindo apenas o leite materno”, afirma Lorena Josefine.

Também na terceira gestação, Fabiana dos Santos Duarte deu à luz a Joaquim no último dia 14, durante o mamaço aprendeu como controlar o tempo de amamentação da criança.

“Às vezes eu dava o peito e o meu filho não pegava, achava que ele estava sem fome ou então que já estava satisfeito. Agora eu não fico mais em dúvida, as enfermeiras me ensinaram a maneira correta de colocar a aréola na boca do neném e assim se ele tiver com fome ele vai sugar”, avalia Fabiana dos Santos Duarte.

Continuar lendo
227 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Petrópolis busca recursos para programa de contenção de encostas

Projeto prevê obras em 25 locais orçadas em R$ 165 milhões

Divididos em três lotes, a prefeitura busca recursos para o maior programa de contenção de encostas já realizado na cidade. São 25 locais elencados no Plano Municipal de Redução de Riscos (PMRR) e em todos os distritos. O programa está em fase de captação de verbas junto ao Ministério das Cidades: R$ 165 milhões que vão beneficiar 20 mil moradores.

Pela primeira vez Petrópolis passou a contar com um plano de redução de riscos que contemplasse todos os distritos. O PMRR, aponta áreas de risco alto e muito alto em todo município – antes, o mapeamento abrangia apenas o primeiro distrito. Este estudo balizou o programa de contenção de encostas que pleiteia as intervenções em 25 locais inicialmente.

A primeira etapa prevê obras em 13 locais: Morro dos Anjos, Caxambu Baixo, Comunidade Vitória, Vai Quem Quer, Manoel Afonso, Comunidade do Alemão, Lopes Trovão, Lopes de Castro, Professor João de Deus, Dr. Thouzet, Pedro Ivo, Lagoinha e Vila União – todos no 1º distrito. Nesses locais, 2,3 mil famílias serão beneficiadas. O pedido de verbas é de R$ 38,4 milhões. Em outubro, todos os 13 projetos básicos serão apresentados ao governo federal.

Na segunda parte, estão incluídas solicitações para Alcobacinha, Vista Alegre, Calembe, Frias, Bairro da Glória, Jardim Salvador e Nova Cascatinha, todos no 2º distrito. Ainda fazem parte deste lote Madame Machado (3º distrito) e Nossa Senhora de Fátima (5º). No total, são 1,8 mil famílias que serão favorecidas. Foram solicitados R$ 48,5 milhões para essas áreas. Os projetos básicos estão sedo elaborados.

As maiores intervenções, no entanto, estão previstas para a terceira fase. São apenas três locais – Manoel Afonso, Alto Independência e Atílio Marotti (todos no primeiro distrito) – alcançando 1,3 mil famílias. O orçamento apresentado é de R$ 78,7 milhões. Os projetos básicos também serão entregues para análise do Ministério das Cidades.

O Plano Municipal de Redução de Riscos lista 234 locais considerados como risco alto ou muito alto para deslizamentos, enchentes e inundações, equivalente a 18% do território de Petrópolis. O estudo aponta que 7.177 famílias precisam ser reassentadas, além de outras ações, como limpeza de rios e canais de drenagem, obras de drenagem, reflorestamento de áreas degradadas, desmonte ou fixação de blocos de pedras. O estudo foi feito pela empresa Theopratique e engloba os cinco distritos.

Ao longo do ano, o município vem buscando destravar obras de contenção na cidade. Além de já ter pedido mais verbas federais para a área em Brasília, para que as intervenções sejam retomadas o governo municipal está repondo os valores arrestados do PAC das Encostas pela Justiça, durante a gestão passada para pagamento de salários. Além disso o município garantiu o pagamento da contrapartida de R$ 12 mil para a obra na Rua Desembargador Luiz Antônio Severo, em Itaipava, poder ter início – com isso, ela já atingiu 20% de conclusão.

Continuar lendo
226 Acessos
0 comentários

Parque Cremerie é opção para diversão no fim de semana

Espaço conta com piscinas, churrasqueiras, quadra, parquinho e extensa área verde para ser aproveitado. 12 mil pessoas visitam o espaço por mês.

Um dos pontos turísticos e de lazer ao ar livre para o petropolitano, o Parque Cremerie tem atraído cada vez mais visitantes. Com 40 mil metros quadrados de muito verde, lagos, piscina e trilhas, o local tem recebido mais de 12 mil pessoas por mês.  Nesta quinta-feira (10.08), por exemplo, um grupo de 82 crianças entre sete e 12 anos de uma escola de Nova Iguaçu fez um passeio pelo Cremerie. Fazia cinco anos que o colégio não visitava o parque. A diferença na manutenção do espaço, segundo os funcionários que acompanharam os alunos, é grande.

“O parque está lindo, está tudo bem legal. Melhor do que a última vez que viemos, mais bem cuidado. Realmente é uma oportunidade muito boa para eles correrem, brincarem, aproveitar tudo que pode”, afirmou a psicóloga da escola, Elane Correa.

As crianças aproveitaram os brinquedos do parquinho, parte da trilha para brincar e andaram de pedalinho – parte favorita do passeio. “Eu gostei do pedalinho porque ele anda sobre a água e eu gostei de pedalar na água”, disse o aluno do 2º ano do ensino fundamental, Enzo Vargas, de sete anos.

Em janeiro, a administração recebeu o parque destruído e abandonado. Em poucos dias, as piscinas e os jardins foram limpos, os banheiros e o almoxarifado foram organizados e as churrasqueiras, restauradas. As casinhas passaram por recuperação, assim como as pontes, que ganharam nova pintura. Agora, o Cremerie tem sistema de som, com música ao longo dia e que também serve para avisos, como do horário de fechamento.

“O parque voltou a ser um local agradável, para trazer a família, aproveitar a natureza, fazer fotos ou um piquenique. Os funcionários do parque trabalharam muito, reaproveitando os materiais que a gente tinha por aqui, para proporcionar isso para o público”, falou o administrador do parque, Luiz Roberto de Souza.

Para usar a piscina, o valor é de R$ 10 – menores de cinco anos não pagam, mas é necessário estar acompanhado o tempo todo por um responsável. As quatro churrasqueiras podem ser usadas dentro do horário de funcionamento do parque por R$ 10 (o uso é definido por ordem de chegada). Já a quadra esportiva pode ser alugada a R$ 20 por hora.

Hoje, o Cremerie recebe cerca de três mil pessoas por semana. O parque fica na Estrada da Independência, s/nº – Quitandinha. A entrada no parque é gratuita (apenas utilização dos equipamentos é paga) e o horário de funcionamento é de 8h às 17h – com exceção de segunda-feira, dia em que permanece fechado para manutenção geral.

Continuar lendo
189 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Petrópolis fará pagamento de contrapartida para finalizar casas da Posse

Com aporte de R$ 150 mil, município receberá R$ 460 mil do governo federal que estão travados e poderá concluir acabamento de 48 moradias

A prefeitura vai fazer o aporte de R$ 150 mil e, com isso vai destravar uma parcela de R$ 460 mil para finalizar 48 apartamentos do conjunto habitacional da Posse. Essa contrapartida é devida pelo governo do Estado, que fará o ressarcimento posteriormente. A decisão foi tomada para que possam ser feitos os acabamentos e as moradias sejam finalmente entregues, uma vez que nos últimos anos as obras foram paralisadas várias vezes e chegaram a ficar abandonadas.

O conjunto habitacional, que tem 144 apartamentos distribuídos em 12 blocos, está sendo construído em parceria pelo município (junto com a União) e pelo Estado, sendo cada um responsável por 72 apartamentos. Pelo município, 24, dos 72 apartamentos foram entregues em setembro do ano passado. Os demais estão quase prontos, restando acabamentos como instalação de vasos sanitários, torneiras, entre outros pontos. Além de fazer os acabamentos nos 48 apartamentos, a prefeitura já notificou a empresa responsável pela obra para que faça os reparos nas unidades que foram entregues durante a gestão passada e apresentam problemas. 

O governo se reuniu com Ministério das Cidades no início do ano e teve a garantia de liberação da parcela devida. No entanto, por causa das dificuldades econômicas que o Estado vive, a contrapartida não foi repassada.

“Falta muito pouco para que essas casas sejam entregues, mas enquanto isso não acontece, elas vão se deteriorando. Então a solução encontrada para acelerar a entrega foi essa, a gente fará o pagamento dessa contrapartida e o Estado nos paga mais para frente. Assim, conseguiremos terminar com a espera de tantas famílias”, explica o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros.

Os blocos têm três andares, cada um com quatro apartamentos de 48 m². O conjunto fica na Estrada Silveira da Motta, onde a prefeitura é responsável pelos sistemas de drenagem e saneamento, iluminação pública e pavimentação do entorno. As moradias vão beneficiar famílias atingidas por chuvas e que recebem aluguel social.

Continuar lendo
117 Acessos
0 comentários

Samu de Petrópolis é referência no Estado na emissão de declaração de óbito

Desde o inicio do novo fluxo já foram emitidos 33 declarações

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) se tornou referência em todo Estado ao implantar um fluxo de emissão de declaração de óbito como rotina de atendimento. O novo protocolo está em operação há cerca de um mês e os médicos reguladores do SAMU já emitiram 33 declarações, sendo duas apenas nesta terça-feira (08.08). A Secretaria de Saúde conquistou a liberação junto ao Governo do Estado para que o Serviço fosse implantado proporcionando mais agilidade e conforto às famílias, em casos de mortes durante os atendimentos domiciliares.

Pelo antigo fluxo, após a tentativa de socorro à vítima, o SAMU deveria acionar o médico legista do Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (HMNSE) para que o mesmo fosse ao local declarar o óbito. Só então as famílias podiam acionar as funerárias para providenciar a remoção. Com a mudança, a equipe do HMNSE só será acionada caso o paciente esteja em óbito antes da chegada da equipe do SAMU.

O secretário de Saúde explica que tanto a declaração de óbito emitida pelo SAMU quanto a do HMNSE são destinadas às pessoas que tiveram mortes com causa natural, ou seja, infartos, mal súbitos ou pacientes com doenças em fase terminal.

O Superintendente Hospitalar, de Urgência e Emergência, Cláudio Morgado, explica que a população deve acionar o 192 em ambos os casos - de morte já constatada ou os socorros aos casos gravíssimos.

“Nos casos em que a vítima já esteja em óbito há algumas horas, a equipe do SAMU aciona os médicos do HMNSE para ir até o local para emitir a declaração de óbito”, explica Cláudio Morgado.

O coordenador do SAMU, Cláudio Lázaro, orienta que em casos de mortes violentas – quedas, acidentes, ou com causa suspeita, o protocolo de atendimento é diferente, sendo feito pelo Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Instituto Médico Legal (IML).

“Há casos em que é preciso investigar a causa da morte, então o fluxo é separado do município. Nos casos de morte natural estamos fazendo o possível para diminuir o sofrimento das famílias que assistem a partida do seu ente querido em casa”, disse Cláudio Lázaro, que anuncia que unidades do Samu de outras cidades estão vindo conhecer o sistema de trabalho de Petrópolis para buscar orientações “Essa questão do atestado de óbito nos deu uma visibilidade muito grande inclusive de outras unidades interessadas em implantar o fluxo. Nós já recebemos a equipe de Três Rios e há outros municípios fazendo contato. Estamos à disposição para orientar todas as equipes pois o ganho social para a população é muito grande”, finaliza Cláudio Lázaro.

Continuar lendo
135 Acessos
0 comentários

Campanha #QueimadaNão chega às escolas municipais de Petrópolis

Programação da semana tem ações na Posse, Taquaril, Secretário e Pedro do Rio

A campanha da prefeitura #QueimadaNão, que tem o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos das queimadas e solturas de balões, começou nas escolas municipais nesta segunda-feira (07.08). As atividades aconteceram em dois colégios na Posse: Antônio José de Lima e Arnaldo Dyckerhoff. Na terça (08.08), será a vez do Ciep Gabriela Mistral, também na Posse. A programação da semana prevê ações em escolas do Taquaril, de Secretário e de Pedro do Rio, regiões consideradas com maior risco de incidência de incêndios florestais. A campanha já passou por quatro clubes da cidade, atingindo a mais de 150 jovens durante o mês de julho.

O trabalho é organizado pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias e conta com o apoio da Secretaria de Educação e da Superintendência de Esportes da cidade. 

O secretário de Educação destaca que campanhas educativas podem garantir um futuro com menos ocorrências deste tipo. “A prevenção começa na escola. Os alunos aprendem e repassam para a comunidade. É muito importante, desde cedo, que os alunos da rede participem desse tipo de ação de conscientização e cuidado com a natureza. As escolas estão de portas abertas para receber a equipe da Defesa Civil”, afirmou.

A campanha #QueimadaNão é uma ação preventiva do Plano Inverno 2017 de Petrópolis, que orienta e traça um plano para o combate aos incêndios florestais que atingem a cidade no período de estiagem. O primeiro plano de contingência para a estação está disponível no site da prefeitura.

Continuar lendo
131 Acessos
0 comentários

Prefeitura de Petrópolis retoma com cartório no Hospital Alcides Carneiro

As crianças que nascerem na unidade a partir de setembro receberão o registro gratuitamente. Unidade realiza 200 partos por mês é referência em gestação de alto risco

A partir de setembro, as crianças que nascerem no Hospital Alcides Carneiro (HAC) sairão da unidade com a certidão de nascimento emitida na hora e gratuitamente. A prefeitura e o Hospital Alcides Carneiro irão reativar a unidade interligada ao Cartório RCPN e Notas do 2º Distrito de Petrópolis, no inicio de setembro. O serviço já funcionou no hospital, de 2005 a 2007, mas foi interrompido pela gestão anterior. Com a retomada da unidade, o HAC assume o pioneirismo na assistência às gestantes no município.

De janeiro a junho 1.841 gestantes deram à luz na unidade. Com uma média de 250 partos por mês, a maior maternidade do município com 48 leitos é referência em atendimentos às gestantes com gravidez de alto risco. A unidade conta ainda com 10 leitos de UTI neonatal. Em setembro, o HACpassará a oferecer mais uma facilidade às famílias com o registro de nascimento.

A implantação do serviço foi viabilizada por cumprir os parâmetros da Lei Nº 7088 de 22 de outubro de 2015 que determina a instalação de unidades interligadas de registro civil nos estabelecimentos de saúde públicos e nos conveniados com o SUS que realizem no mínimo 100 partos por mês.

“Seguimos a legislação vigente e disponibilizamos uma sala que está em fase final de reparos ao final do corredor da maternidade. Vamos sinalizar o local e preparar um material de divulgação do serviço para que as mães já possam se informar ainda durante o pré-natal que além do parto, elas poderão realiar a certidão de nascimento no hospital”, anuncia Filipe Furtuna, diretor do Hospital Alcides Carneiro.

Registro poderá ser feito por pais casados, solteiros e menores de 16 anos

Por ser referência na região, a maternidade do Hospital Alcides Carneiro recebe muitas gestantes oriundas de outros municípios. Com a implantação da unidade interligada de registro civil, a família poderá realizar o registro da criança com a naturalidade de seu município de origem. Para declarar o nascimento, se os pais forem casados, qualquer um dos dois pode ser o declarante apresentando a certidão de casamento, identidade e CPF de ambos. Se os pais forem solteiros, o pai deverá comparecer portando sua identidade e o CPF além dos mesmos documentos da mãe.

O registro realizado por pais menores de 16 anos deverá ser realizado com a presença do representante legal e apresentação dos documentos de identidade e CPF. Já os registros feitos apenas com o nome da mãe, a solicitante deverá apresentar os documentos e haverá um procedimento administrativo no qual a mãe indicará o endereço do suposto pai, para que se proceda a averiguação oficiosa.

“No passado não havia esse estímulo de fazer com que houvesse adesão à unidade interligada. Hoje temos a expectativa de que nenhuma criança saia da maternidade sem o registro de nascimento. O hospital está fornecendo toda a estrutura adequada e nós já estamos com a funcionária treinada para podermos iniciar logo no início de setembro as atividades”, disse Sérgio Kleber Cordeiro, tabelião da RCPN e Notas do 2º Distrito de Petrópolis.

Continuar lendo
123 Acessos
0 comentários

Em Petrópolis, Coral Pro Tempore e da Usimed abrem a programação do Circuito Imperial de Coros no Palácio de Cristal

Concertos gratuitos acontecem neste sábado (05.08), às 18h

O canto coral vai contagiar ainda mais a Cidade Imperial a partir deste sábado (05.08) com o início do Circuito Imperial de Coros que vai oferecer programação permanente e gratuita com uma das mais belas tradições do município. E o primeiro palco a receber os concertos é o Palácio de Cristal, que será o cenário do projeto do Instituto Municipal de Cultura e Esportes - sempre nos primeiros sábados do mês -  às 18h. Quem abre a programação é o Coral Pro Tempore e da Usimed, trabalhos desenvolvidos por grupos da melhor idade.

Um projeto do município, o Pro Tempore é formado por 32 integrantes sob a regência do maestro Paulo Afonso – a frente do coro desde sua criação, há 16 anos. E foi justamente com o objetivo de oferecer para o público da terceira idade uma atividade cultural reconhecida e difundida na cidade, o canto coral, que nasceu o projeto. Desde então, o coro tem ensaios semanais – duas vezes por semana – e realiza média de 20 concertos por ano.

No repertório do Pro Tempore entram canções de Tom Jobim, Vinícius de Morais, Luiz Gonzaga, Dalva de Oliveira, entre tantos outros compositores, além das canções temáticas natalinas, germânicas, italianas e muito mais. Neste sábado, petropolitanos e visitantes poderão apreciar um pouco do trabalho desenvolvido pelo grupo em um dos cartões postais da Cidade Imperial.

Já o Coral da Usimed, que completa neste mês 14 anos de existência, foi criado como uma oficina de música no Projeto USI-VIDA da Usimed Petrópolis. Com o cunho terapêutico, o grupo conta com vasto e eclético repertório musical construído e colhido da história de vida de seus 52 participantes.  Os aspectos cognitivos, motores, sociais, mentais e emocionais do grupo são trabalhados com músicas folclóricas, populares e trilhas sonoras por meio das técnicas de musicoterapia.

O resultado deste trabalho – que já foi apresentado em diversos congressos de medicina e musicoterapia no país e no exterior – vai abrilhantar o lançamento do Circuito Imperial de Coros. O coro tem regência de Celina Maydana (médica e musicoterapeuta) e Fátima Brasil (musicista e musicoterapeuta).

Serviço

Circuito Imperial de Coros com o Coral Pro Tempore e da Usimed

Onde: Palácio de Cristal, que fica na Rua Alfredo Pachá s/n, Centro

Quando: sábado (05.08), às 18h

Quanto: Gratuito

Informações: (24) 2247-3721

Continuar lendo
111 Acessos
0 comentários

Representantes do governo municipal de Petrópolis visitam ambulantes e anunciam melhoria à Praça Clementina de Jesus

O prefeito visitou nesta terça-feira (1º.08) o estacionamento da CPTrans, local onde estão instalados provisoriamente os 40 ambulantes da Praça Clementina de Jesus. O espaço disponibilizado imediatamente à categoria como alternativo à praça interditada por conta do incêndio do Extra, recebeu melhorias de estrutura com iluminação e melhoria no piso, além de um acesso aos pedestres diretamente ao estacionamento. No encontro com a categoria o prefeito anunciou melhorias, com a padronização das barracas dos ambulantes.

O local foi definido já na segunda-feira (24.07), um dia depois do incêndio ter iniciado e a área interditada. Uma reunião entre a categoria e representantes da prefeitura definiu para a terça-feira (25.07) a instalação das barracas no estacionamento da CPTrans. Desde então, os ambulantes e a prefeitura, em parceria, providenciaram uma série de melhorias no espaço, que definido por conta do fácil acesso pela Rua do Imperador e proximidade com a Praça Clementina de Jesus.

“Não imaginava que iríamos conseguir trabalhar este mês. Achei que ficaríamos semanas sem poder montar as barracas, até o que o espaço fosse liberado, mas toda a equipe da prefeitura nos acolheu, sempre mantendo o diálogo. A presença do prefeito mostra que existe preocupação com os trabalhadores”, diz a ambulante Jair Cláudia Soares de Souza.

“Aos poucos tudo vai se ajustando, com os clientes sabendo onde estamos e vindo até aqui. Isso só foi possível porque a prefeitura interviu por nós, dialogando e garantindo este espaço. Quero parabenizar a todos que se esforçaram para dar certo”, completa a também ambulante Marli Ribeiro.

De acordo com o presidente da Associação dos Vendedores Ambulantes do Município de Petrópolis, João Firmino, os trabalhadores estão planejando para o dia 12 de agosto uma ação com sorteio de brindes para atrair mais pessoas para comprar no comércio.

“Todos precisamos fazer a nossa parte. O governo agiu de maneira muito correta e eficiente. Agora estamos trabalhando estratégias para garantir que vamos ter compradores”, disse.

Continuar lendo
124 Acessos
0 comentários

Representantes do governo acompanham início das operações para destinação final do lixo de Petrópolis

Representantes da prefeitura estiveram nesta segunda-feira (31.07) no aterro sanitário de Três Rios para onde o lixo domiciliar de Petrópolis está sendo levado - destinação final prevista em contrato com as empresas PDCA e Força Ambiental que operam a coleta na cidade. O local, no quilômetro 17 da BR-040, tem licença do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para operar até 2022. O aterro sanitário em Três Rios recebe o lixo domiciliar coletado em Petrópolis desde domingo (30.07), após o fim da licença, sábado (29.07) de operação de Pedro do Rio, um aterro próprio do município, porém saturado depois de 20 anos ininterruptos de uso.

“Petrópolis há quase uma década discute, sem sucesso, o destino final do lixo que produz. Ocorre que, neste período, não foi consolidada nenhuma das opções que chegaram a ser levantadas. Nos novos contratos de manejo do lixo previmos a destinação final, ou seja, todo o processo de coleta, transporte e destino do lixo. Assim, Petrópolis tem hoje para onde levar os resíduos que produz sem gastar mais com isso”, aponta o prefeito.

O destino final do lixo domiciliar é feito pelas empresas contratadas pelo município para coleta e transporte dos resíduos, conforme previsto em contrato, independente do local a ser operado. O contrato com as empresas tem teto de R$ 3.050.000,00, porém o pagamento é efetuado pelo o que efetivamente é coletado e transportado, uma média de R$ 2,7 milhões por mês.

Petrópolis também ampliou a coleta de lixo em 47,3% em comparação à gestão passada. O acréscimo está relacionado à melhor eficiência na coleta. São 95 bairros visitados na cidade em operações diárias ou em dias alternados com uso de 30 caminhões coletores. Das 400 toneladas diárias coletadas na cidade estão incluídos lixo verde e entulhos.

Juntos, os dois contratos representaram uma economia de R$ 1,1 milhão no primeiro semestre. O trabalho delas também aumentou o recolhimento diário em quase 50%, passando de 272 toneladas no ano passado para 400 toneladas. A Força Ambiental coleta os resíduos domiciliares em 95 locais em todo o município e a PDCA faz o transporte para o aterro – são cerca de 20 viagens em carretas por dia.

O novo local, em Três Rios, operado pela União Norte, fica apenas 13 quilômetros mais distante do que o aterro de Pedro do Rio considerando que os caminhões, por causa do fluxo da BR-040, precisavam ir até Areal fazer o retorno e voltar ao distrito onde está localizado o aterro. O custo para a destinação na cidade vizinha é de R$ 2,6 mil a mais por dia, mas já estava previsto em contrato.

“Hoje, a limpeza da cidade é motivo de orgulho. E com a destinação final do lixo resolvida podemos avançar com programas de coleta seletiva, reciclagem e melhorando ainda mais a limpeza, a conservação das praças e parques”, aponta o prefeito.

O aterro sanitário de Pedro do Rio vai receber um estudo ambiental da prefeitura. A meta é que o local, com drenagem e acompanhamento por mais de 50 anos, seja transformado em um horto ou equipamento voltado para preservação. O aterro de Pedro do Rio começou a operar em 1997 e desde então o lixo domiciliar coletado na cidade era levado para o local.

O Inea deu parecer contrário à continuidade do uso do local para lixo domiciliar depois de mais duas renovações de licença provisórias em 2015 e 2016.

Continuar lendo
108 Acessos
0 comentários