Petrópolis aprova lei de incentivo às microcervejarias e brewpubs

A Câmara Municipal de Petrópolis aprovou nessa quarta-feira, 27 de setembro, o projeto de lei que reduz tributos de microcervejarias por cinco anos e simplifica as exigências ambientais para regularizar as plantas. Foram criadas duas classes de indústria para fábricas de pequeno impacto, onde se enquadram as cervejarias, e para brewpubs(E2), que são restaurantes que produzem sua cerveja sob o mesmo teto. As empresas serão avaliadas com pareceres das pastas de turismo e cultura.

- Agradeço o empenho dos secretários e lideranças que nos ajudaram a chegar até aqui. Que o apoio e união dos cervejeiros sirvam de exemplo para outros setores da economia. Esse é um passo importante para a instalação de novas empresas da cidade, promovendo geração de renda e desenvolvimento de outros setores, como o turismo. Esse é um dia de alegria e comemoração para todos nós - afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini, ao site da Prefeitura de Petrópolis.

De acordo com a Associação das Cervejarias Artesanais de Petrópolis (Acap), a cidade possui 21 marcas entre fábricas e ciganas, aquelas que não possuem plantas cervejeiras. São seis microcervejarias em pleno funcionamento: Buda Beer, BrewPoint, Odin, Real, Rocky Garden e Cidade Imperial. De acordo com a Acap, as microcervejarias geram 1,5 mil empregos diretos.

Temos hoje mais três potenciais microcervejarias com a intenção de se instalar na nossa cidade. A nossa intenção é de que a classificação diferenciada favoreça os brewpubs, bares que produzem a própria cerveja, e as microcervejarias artesanais. Queremos reduzir o tempo para a instalação e incentivar os empresários a produzir na nossa cidade - acrescentou Fiorini.

Carros e motos apreendidos em Seropédica irão a le...
Vereador Natan pretende colocar as contas em dia e...