Prefeitura de Petrópolis fará pagamento de contrapartida para finalizar casas da Posse

Com aporte de R$ 150 mil, município receberá R$ 460 mil do governo federal que estão travados e poderá concluir acabamento de 48 moradias

A prefeitura vai fazer o aporte de R$ 150 mil e, com isso vai destravar uma parcela de R$ 460 mil para finalizar 48 apartamentos do conjunto habitacional da Posse. Essa contrapartida é devida pelo governo do Estado, que fará o ressarcimento posteriormente. A decisão foi tomada para que possam ser feitos os acabamentos e as moradias sejam finalmente entregues, uma vez que nos últimos anos as obras foram paralisadas várias vezes e chegaram a ficar abandonadas.

O conjunto habitacional, que tem 144 apartamentos distribuídos em 12 blocos, está sendo construído em parceria pelo município (junto com a União) e pelo Estado, sendo cada um responsável por 72 apartamentos. Pelo município, 24, dos 72 apartamentos foram entregues em setembro do ano passado. Os demais estão quase prontos, restando acabamentos como instalação de vasos sanitários, torneiras, entre outros pontos. Além de fazer os acabamentos nos 48 apartamentos, a prefeitura já notificou a empresa responsável pela obra para que faça os reparos nas unidades que foram entregues durante a gestão passada e apresentam problemas. 

O governo se reuniu com Ministério das Cidades no início do ano e teve a garantia de liberação da parcela devida. No entanto, por causa das dificuldades econômicas que o Estado vive, a contrapartida não foi repassada.

“Falta muito pouco para que essas casas sejam entregues, mas enquanto isso não acontece, elas vão se deteriorando. Então a solução encontrada para acelerar a entrega foi essa, a gente fará o pagamento dessa contrapartida e o Estado nos paga mais para frente. Assim, conseguiremos terminar com a espera de tantas famílias”, explica o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros.

Os blocos têm três andares, cada um com quatro apartamentos de 48 m². O conjunto fica na Estrada Silveira da Motta, onde a prefeitura é responsável pelos sistemas de drenagem e saneamento, iluminação pública e pavimentação do entorno. As moradias vão beneficiar famílias atingidas por chuvas e que recebem aluguel social.

FIRJAN e prefeitos da Baixada Fluminense discutem ...
Mesquita abre inscrição para curso gratuito de Age...
 

Comentários

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Login Aqui
Visitantes
Sexta, 18 Agosto 2017