Prefeitura de São João de Meriti recebe visita de procuradora do Ministério Público após chuvas

O prefeito Dr. João recebeu, na tarde desta quinta-feira (11), em seu gabinete, a procuradora de Justiça, Denise Tarin, para falar sobre as chuvas que afetaram São João de Meriti nos últimos dias. A procuradora, que é coordenadora do Projeto Morte Zero - Prevenção de Desastres, esclareceu que o objetivo do encontro é oferecer ajuda no pós-desastre. 

“Nosso papel é dar voz às preocupações. Queremos entrar na emergência e, a partir das demandas e necessidades  levantadas, vamos ver como podemos ajudar. Desta reunião, já detectamos, por exemplo, a necessidade emergencial da doação de 5 mil filtros de barro”, ressaltou Dra. Denise.   

Além do prefeito, participaram da reunião o vice-prefeito Gelson Azevedo; e os secretários integrantes do gabinete de gestão de crise. “Da nossa população, os idosos e as crianças são os mais suscetíveis, que correm maior risco de contrair doenças. Além dos filtros de barro, que evitam a contaminação da água, precisamos de insumos, medicamentos, vacinas e colchonetes”, ressaltou a subsecretária de Saúde Dra. Malu.  

A procuradora elogiou a criação do gabinete de gestão de crise que, segundo ela, agiliza a resposta aos problemas, e se comprometeu a mobilizar uma rede de voluntariado, essencial para ajudar o município.  

Ao final da reunião, Dra. Denise pediu um relatório detalhado com todas as necessidades urgentes até que cheguem os recursos federais que estão sendo solicitados pela Prefeitura para reconstrução das áreas destruídas e dos danos causados à população.  

O prefeito Dr. João agradeceu a iniciativa do Ministério Público e colocou o governo à disposição para colaborar com a instituição. “Iniciamos aqui uma parceria. As secretarias de Saúde, Assistência Social e as demais irão colher as informações necessárias e disponibilizar ao Ministério Público. Vamos unir nossas forças em prol da população”, destacou o prefeito. 

Prefeitura de Queimados oferece atendimento médico...
Governo do RJ quita integralmente os salários de d...