São João promove debate sobre política de assistência social

A Secretaria municipal de Assistência Social promoveu, nesta sexta-feira (27), o encontro técnico de Assistência Social “A política de assistência social e o acompanhamento familiar para o fortalecimento do trabalho técnico, no âmbito do PAIF e PAEFI”. Segundo a secretária da pasta, Roberta Queiroz, o evento tem como objetivo capacitar os funcionários do município. “Através dos nossos recursos, nosso comprometimento é atender a todas as famílias de São João de Meriti”, ressaltou Roberta. Para a secretária, promover o acolhimento às famílias e exercer a função com carinho é a finalidade de todos os profissionais.

O encontro teve como convidadas as palestrantes Diana Delgado, subsecretária de Assistência Social de Niterói, e a assistente social Karina Pinto, que trabalha no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de Acari. Diana Delgado abordou a questão do atendimento ao usuário de forma diferenciada. “Não dá para colocar a assistência social sem o apoio do SUS, da Previdência Social e da Habitação. Sabemos que a relação é difícil, mas precisa ser aplicada todo o tempo”, observou.

Karina Pinto palestrou sobre o trabalho do CRAS e ressaltou o grande número de pessoas em grau de vulnerabilidade no Rio de Janeiro. “É preciso aproximar ainda mais das famílias, das pessoas. Muitos não conseguem comparecer às reuniões, por exemplo, por não terem condições de se locomover. Nós, profissionais, precisamos entender e respeitar a individualidade de cada um”, destacou.

Também participaram do evento profissionais do CRAS e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), além de assistentes sociais e psicólogos. Ao término do encontro, os profissionais foram divididos em localidades e participaram de uma dinâmica de grupo.

O Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI) fazem parte da política de Assistência Social desenvolvida pelo Ministério de Desenvolvimento Social (MDS). O PAIF tem como função primordial realizar o trabalho social com famílias do território de abrangência do CRAS. No PAEFI, o trabalho volta-se para a promoção de direitos sociais das famílias que tenham um, ou mais, de seus integrantes em situações de risco social, direitos violados ou rompimento de vínculos familiares.

 

Nilópolis comemora dia Internacional da Dança
Cobrança sem fim: pipocas e "time sem vergonha” ac...