Secretaria de Saúde promove capacitação para prevenção ao suicídio

Profissionais da área de saúde mental participaram, nesta quarta-feira (27), de um seminário sobre prevenção ao suicídio, no auditório do PAM. A capacitação é parte da campanha Setembro Amarelo, mobilização que acontece em todo o país para conscientizar sobre o tema. O evento contou com a presença de cerca de 60 funcionários das unidades de saúde mental (CAPs), das emergências psiquiátricas e dos profissionais que atuam no Programa de Saúde na Escola (PSE), Melhor em Casa e Estratégia de Saúde da Família (ESF). 

"Essa capacitação é da mais alta importância. Precisamos falar sobre o suicídio para que as pessoas busquem ajuda. Nos empenhamos para dar condições dignas aos funcionários para que possam dar apoio e atuar junto aos usuários de forma humanizada", disse o subsecretário de Saúde, Bruno de Castro. 

A subsecretária Dra. Malu alertou para o aumento do suicídio involuntário. "Isso acontece quando a gente não se trata, deixa a saúde de lado, seja por problemas pessoais ou sociais que o entorno nos coloca, e por vários motivos não partimos para esse enfrentamento e não buscamos ajuda", ressaltou.  

No encontro, foram discutidos suicídios na fase adulta, em crianças e adolescentes e em pacientes dependentes químicos com abordagem de álcool e outras drogas.  

"Aumentou muito o número de crianças e adolescentes que se mutilam e acabam procurando ajuda nos CAPs e nas emergências. Nossos profissionais estão aqui para receber orientações de como proceder. Um atendimento eficaz pode evitar tragédias", garante a coordenadora do Programa de Saúde Mental, Christtiane Goulart.  

Aumento do suicídio assusta

O Brasil está entre os dez países onde mais pessoas se matam. Hoje, ocupa o 8º lugar, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.  São em média 25 pessoas que tiram a própria vida a cada dia no país, segundo estatística do Centro de valorização da Vida (CVV). Entre 1980 e 2014, houve um aumento de 30% de casos de suicídio, que têm dois picos: jovens de 15 a 35 anos e Idosos (acima de 75 anos).

NitNota: Prazo para indicar imóvel para desconto n...
Igualdade Racial é tema de conferência em Queimado...