Quem mora na cidade se inscreve na Secretaria de Educação e quem reside no interior faz o cadastro nas escolas da zona rural

Começou nesta segunda-feira, dia 2, e segue até 31 de outubro o período de pré-matrícula para creches (berçário, maternal e jardim), centros de educação infantil (pré-escolar I e II) e Ensino Fundamental (1º ao 9° ano) da Rede Municipal de Educação para o ano letivo de 2018.

Pais e responsáveis que moram na zona urbana podem fazer o cadastro para matrículas novas na Secretaria Municipal de Educação (Rua Carmela Dutra, 475, Agriões), com atendimento de segunda a sexta, das 8h às 15h.

“A definição da vaga não é por ordem de chegada, todos vão ser atendidos e receber o comprovante da pré-matrícula. Para alunos candidatos a creche, serão observados os critérios de sempre: se os pais estão trabalhando, se são cadastrados no Programa Bolsa Família e se a criança tem laudo de alguma deficiência. Estaremos trabalhando o mês todo, não há necessidade de pressa”, explica Eveline Cardoso, secretária de Educação.

Já os pais de alunos que moram no interior podem fazer a pré-matrícula também até o dia 31 de outubro, na escola municipal da zona rural mais próxima de sua casa. “Para evitar que os pais se desloquem até o centro da cidade ou para alguma localidade mais distante, todas as unidades da zona rural vão estar abertas para fazer a pré-matrícula dos estudantes de 4 e 5 anos. Mesmo nas escolas onde não tenha educação infantil, os diretores estão orientados a fazer a inscrição”, garante a secretária de Educação.

Não haverá transferências e matrículas pela internet. Este ano, somente ocorrerão transferências de escolas particulares para o município ou de alunos vindos de outras cidades. A vaga não está condicionada à ordem de inscrição.

Documentos – Educação Infantil (Pré-escolar) e Ensino Fundamental (1º ao 9º ano)

• Cópia da certidão de nascimento do aluno;

• Comprovante de residência em nome do responsável;

• Carteira de identidade e CPF do responsável;

• Laudo médico original atual (máximo 6 meses), no caso de estudantes portadores de necessidades especiais;

• Declaração de escolaridade, no caso de transferência.

Documentos – creche (berçário, maternal, jardim)

• Cópia da certidão de nascimento do aluno;

• Comprovante de residência atual (no mínimo 3 meses) em nome do responsável;

• Carteira de identidade e CPF do responsável;

• Laudo médico original atual (máximo 6 meses), no caso de estudantes portadores de necessidades especiais;

• Comprovante de rendimentos / contracheque;

• Cópia de comprovante de trabalho de todos os moradores da residência;

• Cópia do comprovante de aluguel (pode ser declaração do dono da residência).

 

 

Tolerância zero para quem estacionar sobre calçada...
Detran Presente regulamenta veículos de motofretis...