Após veto do Botafogo, Flamengo jogará final da Taça Guanabara no Espírito Santo

Rubro-negro decide competição contra o Boavista neste domingo

A  decisão da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, será disputada no Espírito Santo. Foi o que definiu nesta terça-feira a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), após o impasse para definir onde seria realizada a final entre Boavista x Flamengo.

Esperava-se que o duelo marcado para este domingo, às 17 horas, fosse disputado no Engenhão, no Rio de Janeiro. O Botafogo, contudo, negou-se a ceder o estádio após se envolver em uma polêmica com o Flamengo. Já o Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, mesmo palco da semifinal realizada no último sábado, tem recebido pouco público. A Ferj, assim, decidiu mandar a final no estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES).

 "A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro informa que a final da Taça Guanabara, Boavista x Flamengo, será disputada no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica-ES, às 17 horas do próximo domingo, dia 18 de fevereiro", informou a federação em seu site.

Todo o impasse começou no último sábado. O atacante flamenguista Vinicius Junior, após fazer o terceiro gol da vitória por 3 a 1 sobre o Botafogo em Volta Redonda, pela semifinal da Taça Guanabara, comemorou com o gesto do "chororô", uma provocação dos torcedores rubro-negros que acusam o rival de reclamar da arbitragem nos clássicos.

O Botafogo, então, reagiu e vetou o uso do Engenhão. Alegou, inclusive, que a decisão foi "tomada unicamente em função da comemoração de gol do atleta adversário, praticando desrespeito à Instituição Botafogo".

Nesta mesma terça-feira, a Ferj entrou em ação e, junto com Flamengo e Boavista, decidiu que a final será no estádio Kléber Andrade, já utilizado anteriormente pelos clubes cariocas ao longo dos últimos anos.

Receita Federal deve liberar programa do Imposto d...
Secretaria de Segurança manda Polícia Militar redi...