Eurico Miranda desiste de ação sobre urna 7, referente à eleição do Vasco, no STJ

Eurico Miranda desistiu, na manhã desta sexta-feira, da ação que havia impetrado no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para suspender a anulação dos votos da urna 7, que está sob suspeita de fraude.

Era última cartada do dirigente antes da eleição no Conselho, que vai definir o novo presidente do Vasco, às 20h, na Sede Náutica da Lagoa.

Se os votos da urna 7 fossem computados, a chapa de Eurico sairia vencedora na eleição do quadro social e teria o direito de nomear 120 conselheiros para a votação desta sexta, enquanto o grupo de Julio Brant ficaria com apenas 30 conselheiros.

A eleição do Vasco teve nova reviravolta na noite de quinta. Alexandre Campello, que havia ficado em terceiro lugar na votação do quadro social, oficializou o rompimento total com Julio Brant, de quem seria vice-presidente. Com o apoio do grupo político de Eurico Miranda, deverá ser candidato à presidência do clube, confirmando uma costura que tem sido feita desde os primeiros dias de janeiro.

FIRJAN: roubo de cargas causou prejuízo de R$ 607,...
Novo exame de sangue para identificar câncer conse...