Robinho é condenado a nove anos de prisão por violência sexual

De acordo com o portal italiano Ansa, o atacante do Atlético-MG, Robinho, foi condenado pela  nona seção do Tribunal de Milão, presidida por Mariolina Panasiti, a nove anos de prisão por "violência sexual em grupo".

Continuar lendo

Treinos regenerativos preservam a queima calórica e garantem recuperação rápida

Corredores de sucesso, amadores ou profissionais, geralmente são capazes de se recuperar mais rápido de treinos e provas. Isso permite a esse grupo lidar com maiores volumes e intensidades nos seus planejamentos. Ou seja, eles podem treinar mais forte ou por mais tempo mais vezes do que aqueles que não se recuperam tão rápido, como a maioria de nós.

Continuar lendo

"O UFC precisa fazer com que McGregor se torne mais humilde", diz Nurmagomedov

Para atleta russo, campeão dos leves está dando um péssimo exemplo para os demais lutadores: "Você precisa seguir as regras mesmo sendo um lutador famoso"

No início do mês, Conor McGregor causou polêmica ao invadir o cage do Bellator para comemorar a vitória de um amigo, e partir para cima do árbitro após ser informado de que o duelo ainda não havia acabado. O irlandês fez um pedido formal de desculpas pelas redes sociais, mas a postura do campeão dos leves do UFC não agradou a organização, que emitiu um comunicado afirmando que ele havia sido retirado do UFC 219 (apesar da luta nunca ter sido anunciada).
 
Peso-leve do Ultimate, Khabib Nurmagomedov afirmou ao podcast "Talk and Talker" que já pulou o cage de outras organizações para comemorar vitórias de seus companheiros de time, mas disse que o desrespeito de McGregor ao árbitro Marc Goddard é inaceitável.

- Às vezes acontece (de você se empolgar a pular o cage para comemorar com seus amigos), mas as organizações têm regras e nós precisamos segui-las. Eu não entendo como ele quis lutar com o árbitro. Esses caras não querem te enfrentar e nem podem fazer isso. Por quê ir lá e insistir? Eu não entendo (...) E ele faz isso o tempo todo, pula a jaula no TUF, no Bellator, eu não entendo por que ele pode fazer e outros não podem. Só porque ele é o Conor McGregor? Ele não pode fazer isso. O UFC precisa fazer com que ele se torne mais humilde, porque outros caras vêm ele fazendo essas coisas e se questionam: "Por quê ele pode fazer e eu não?". É por isso que você precisa seguir as regras mesmo sendo um lutador famoso, pois muitas pessoas estão te observando - declarou.

Depois de discutir com Goddard, McGregor acabou dando um tapa em um funcionário do Bellator enquanto estava sendo escoltado para fora do cage. Tal atitude irritou ainda mais Nurmagomedov.

- Por quê ele não tenta dar um tapa em mim quando eu estou perto, como no UFC 205? Porque ele sabe que não vai conseguir me parar. Talvez ele tenha dado esse tapa porque sabia que o cara não era lutador e não podia se defender. Eu nunca dou um tapa em alguém que não pode lutar contra mim. Você não pode se defender, eu posso te matar. Eu posso te socar, te derrubar e acabar com a sua cara. Você precisa manter a calma, pois você é um lutador profissional e pode sim matar uma pessoa - completou o russo.

Continuar lendo

Presidente da Uefa é contra uso do VAR na Copa de 2018: "Sou um pouco conservador"

A discussão sobre o uso do árbitro de vídeo (VAR) na Copa do Mundo de 2018 segue quente. Dessa vez, Aleksander Ceferin, presidente da Uefa, declarou ser contra a implementação da novidade durante o torneio na Rússia. Ele se declarou "conservador" em relação ao assunto e comparou o recurso a um "robô".

Continuar lendo

Superataque do PSG pulveriza recorde de gols na primeira fase; veja números

Neymar é o grande destaque do time, que chegou a 24 gols - com um jogo ainda por fazer - e bateu a marcade 21 do Borussia Dortmund. Craque tem seis gols e três assistências 

O Paris Saint-Germain precisou de apenas cinco dos seis jogos programados para quebrar o recorde de gols da primeira fase da Liga dos Campeões. Ou melhor, pulverizá-lo. Com a fácil vitória sobre o Celtic por 7 a 1 nessa quarta-feira, o time francês chegou aos 24 gols - média impressionante de 4,8 por partida -, abrindo boa vantagem para a marca conquistada pelo Borussia Dortmund na temporada passada (21). E ainda falta a última rodada, onde voltará a enfrentar o Bayern de Munique.

Continuar lendo

Renato chia de pênalti: “Stevie Wonder não precisaria do vídeo”

A arbitragem foi o principal assunto após a vitória por 1 a 0 do Grêmio sobre o Lanús, nesta quarta-feira, em Porto Alegre, pelo primeiro jogo da final da Copa Libertadores da América. Mesmo com o resultado positivo, o fato de o árbitro chileno Júlio Bascuñan não ter assinalado um pênalti no último lance do jogo gerou um desconforto no time gaúcho.

Assim como os jogadores e os dirigentes gremistas, o técnico Renato Gaúcho também mostrou indignação com o lance dentro da área adversária. O treinador ressaltou que não gosta de falar sobre a arbitragem, mas fez uma indagação à Conmebol sobre a utilização do árbitro de vídeo.

“A arbitragem, vou deixar para o nosso presidente, para a nossa diretoria. Vocês sabem muito bem que não gosto de falar de arbitragem. A única coisa que vou perguntar para Conmebol é o tal do vídeo. É inadmissível. O Stevie Wonder (cantor norte-americano, cego) não precisaria do vídeo para marcar o pênalti. A realidade é essa. Então, se Conmebol colocou o vídeo e todos concordaram com isso, a pergunta que eu faço é: por que não foi usado o vídeo? Isso é o que quero saber, porque foi um pênalti legítimo e a gente poderia ampliar a nossa vantagem. Só essa pergunta e não vou mais falar de arbitragem porque não cabe a mim”, disse.

Com a vitória, o Grêmio tem a vantagem de atuar por dois resultados na segunda partida: empate e vitória. Renato celebrou o triunfo conquistado em casa e disse acreditar que a postura do Lanús será diferente no próximo duelo. “O mais importante de tudo é que o Grêmio garantiu uma vantagem. Muita gente acha que é mínima, mas é uma boa vantagem. Estamos tratando de Libertadores, de uma final. A gente sabia que seria um jogo truncado e sabia que tínhamos que sair daqui com qualquer vantagem. O Lanús em casa vai ter que sair do jogo, e a história dos outros 90 minutos vai ser totalmente diferente”, observou.

Sobre o jogo na Arena, o treinador gremista admitiu que a equipe argentina foi superior na primeira etapa e voltou a celebrar o gol “chorado”. “O primeiro tempo foi de muito estudo. O Marcelo fez uma defesa maravilhosa de novo. Para falar a verdade, eu tinha visto aquela bola lá dentro, mas, mais uma vez, ele nos ajudou. O primeiro tempo foi do Lanús. O segundo tempo, a gente acertou algumas coisas no vestiário, crescemos na partida, criamos algumas oportunidades e fomos felizes no gol do Cícero. Um gol chorado, mas é gol e nos dá essa vantagem na Argentina”, afirmou.

Antes da segunda partida da final, o Grêmio tem um jogo pelo Campeonato Brasileiro contra o Atlético-GO, na Arena, no domingo, às 17 horas (de Brasília). Contudo, o time gaúcho utilizará novamente uma equipe totalmente reserva. Na próxima quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), enfrentará o Lanús no Estádio La Fortaleza, em Buenos Aires, pela segunda partida da final da Libertadores.

Continuar lendo

Grêmio bate o Lanús e sai na frente na decisão da Libertadores

Vitória dá vantagem ao time brasileiro para o confronto da volta

Continuar lendo

Por vaga na Libertadores, times cariocas torcem por Grêmio na final; veja chances

Caso o Grêmio ganhe o título da Libertadores no dia 29, os times cariocas terão o que comemorar: as chances de classificação para de Flamengo, Botafogo e Vasco aumentam substancialmente, de acordo com cálculos do grupo “Probabilidades no futebol”, do departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) feitos a pedido da reportagem.

Continuar lendo

Real Madrid tenta espantar a crise com a classificação para as oitavas de final

A Liga dos Campeões entra na reta decisiva da fase de grupos, e várias equipes podem garantir vaga nas oitavas de final em jogos desta terça-feira. Atual bicampeão, e maior vencedor do torneio com 12 títulos, o Real Madrid precisa de uma vitória sobre o Apoel, fora de casa, para confirmar a classificação de forma antecipada no Grupo H: é o segundo colocado com sete pontos. Pode até avançar com um empate, desde que o Dortmund não passe pelo Tottenham. O GloboEsporte.com acompanha em tempo real a partir de 17h45 (de Brasília).

Continuar lendo

Flamengo diz que punirá Rhodolfo e Vizeu, mas despista: 'Fica internamente'

Tendência é que os jogadores paguem uma multa à diretoria

Continuar lendo

Fluminense vence Ponte no Maracanã e se livra do rebaixamento

Henrique Dourado marcou o segundo gol do Tricolor e se emocionou

Continuar lendo

Sob protestos, Flu vence a Ponte e garante Série A

Com direito a vaias pesadas e aplausos fortes, o Fluminense bateu a Ponte Preta em casa por 2 a 0 e garantiu a permanência na elite do Brasileirão. Com um a mais desde o primeiro tempo, Douglas e Henrique Dourado trouxeram o alívio para torcida tricolor no Maracanã, que saiu na bronca com a diretoria pelo ano decepcionante. Para Macaca, ainda restam chances de fugir da degola. 

Continuar lendo

Brasileiro-americano rouba a cena no início do NBB e projeta carreira no país

Filho de mãe brasileira, Kevin Crescenzi nasceu em Nova Jersey e faz sua primeira temporada no Brasil pela Liga Sorocabana; um dos cestinhas do começo do torneio, sofreu contra o Vasco

O jeitão de americano só aparece até Kevin Freitas Crescenzi abrir a boca. O português sai com facilidade e a interação com os colegas de time faz parecer que ele vive no Brasil há anos. Nascido nos Estados Unidos e filho de uma brasileira, o ala da Liga Sorocabana é uma das novidades do Novo Basquete Brasil, e robou a cena nas primeiras rodadas. Desconhecido, o jogador de 1,93m e 24 anos chamou a responsabilidade e conduziu a equipe nos triunfos sobre o Basquete Cearense e o Vitória, partidas em que seu time não tinha o favoritismo.

O desempenho o colocou como o principal cestinha do torneio com médias de 23 pontos, cinco rebotes e três assistências, além da incrível marca de 64% de aproveitamento nas bola de três pontos. Tanto barulho fez com que fosse marcado de perto pelo Vasco. Vigiado, não conseguiu repetir o desempenho, com apenas cinco pontos, três rebotes e quatro assistências. O bom início, a recepção, e o nível do basquete brasileiro, ele garante, surpreendeu, e Kevin não se sente pressionado para seguir indo bem.

- Meu começo individual foi bom. O do time também. Perdemos, mas foi um jogo intenso. Não fui muito bem contra o Vasco. Comecei bem, consegui mostrar o meu jogo. Estou aqui para mostrar o que posso fazer. Se eu for sucesso aqui, maravilhoso, posso fazer uma carreira aqui. Estou fazendo o que posso. Não me sinto pressionado. Faço o que gosto e estou feliz com a oportunidade de jogar. O basquete brasileiro me surpreendeu. Os jogadores não são tão atléticos, mas são inteligentes, jogam fácil no pick'n roll. O nível aqui é mais alto que na NCAA - diz o jogador.

Mãe se mudou para os EUA nos anos 80

A história de Kevin repete o roteiro de diversos brasileiros com dupla nacionalidade. A sua mãe, nascida em São Paulo, mudou-se para os Estados Unidos na década de 1980 por motivos profissionais. Lá, se casou com um americano e constituiu família. Kevin Nasceu no dia 2 de janeiro de 1983 e cresceu na cidade de Nova Jersey, onde se apaixonou pelo basquete. Com passaporte brasileiro, ele foi inscrito no NBB como um atleta nacional. Ou seja, não ocupa uma das vagas de estrangeiro no NBB. O início da caminhada no Brasil, inclusive, faz o americano-brasileiro sonhar com voos bem mais altos: seleção brasileira.

 

- Se é possível, eu quero fazer. Quero jogar o basquete no mais alto nível que eu possa. Onde o basquete pode me levar? É para a seleção do Brasil? Então quero ir lá. Se é possível ou não, eu não sei agora, é muito cedo. A temporada acabou de começar. Se há a possibilidade, ótimo - diz o jogador, que tem a mãe morando hoje na Flórida.

Tentativa frustrada em 2016/17

No ano passado, Kevin já havia tentado jogar o Novo Basquete Brasil. Veio até São Paulo visitar a mãe e tentou contatos com duas equipes do NBB. A situação não evoluiu e ele retornou para os Estados Unidos, onde jogou de forma semiprofissional. Nesta temporada, as conversas a Liga Sorocabana evoluíram e Kevin desembarcou no Brasil em cima do começo do NBB.

- Procurei duas equipes. Falei com Caxias do Sul e Macaé. Mas não deu certo. A minha vinda não aconteceu. A culpa não foi de ninguém. Só não foi o momento certo para mim, não deu. Mas agora está ótimo, estou aqui e aproveitando tudo isso - conta Crescenzi.

Apesar do português praticamente fluente e do gosto pela comida brasileira, Kevin foi culturalmente formado nos Estados Unidos. Estudou de 2012 a 2016 na Universidade de Dartmouth, uma das mais tradicionais do país. Lá, jogou quatro temporadas da NCAA, com médias de 3,5 pontos e formou-se em psicologia. Tentou a NBA no Draft de 2016 e não foi selecionado. Agora, garante usar isso dentro de quadra, tanto com os companheiros como contra os rivais.

- De vez em quando me ajuda em quadra. Contra o Vasco não foi o caso. Não faltou mentalidade, faltou energia. Mas ajuda porque quando você perde, seus parceiros estão infelizes. Todos têm emoção e isso ajuda para o próximo jogo, para continuarmos apesar da derrota. Ajuda bem fora de quadra - explica Kevin.

Continuar lendo

Adriano sonha com volta ao Fla em 2018: "Não precisa me pagar, faço por amor"

Adriano não disputa uma partida oficial desde que deixou o Miami United, dos Estados Unidos, em maio de 2016, mas segue os planos de voltar ao futebol. O sonho, como não poderia ser diferente, é reencontrar a felicidade nos gramados com a camisa do Flamengo.

Continuar lendo

Caio Ribeiro crava: Lucas Lima está fechado com o Palmeiras

Comentarista da TV Globo diz que meia do Santos já tem tudo apalavrado com o Verdão e só "uma proposta gigantesca da Europa" poderia atrapalhar o acordo

Lucas Lima deixará o Santos em dezembro e só não jogará no Palmeiras em 2018 caso surja "uma proposta gigantesca da Europa". Quem afirma é Caio Ribeiro.

Durante a edição paulista do Globo Esporte, nesta sexta-feira, Caio cravou o acerto de Lucas Lima com o Palmeiras. Está tudo apalavrado, segundo o comentarista.

– O Palmeiras já fechou com o Diogo Barbosa, já está fechado com o Lucas Lima e vai atrás de um goleiro (...) Já está apalavrado. Se não aparecer uma proposta gigantesca, milionária da Europa, ele vai vestir a camisa do Palmeiras no ano que vem – afirmou Caio Ribeiro.

Lucas Lima deixará o Santos em dezembro e só não jogará no Palmeiras em 2018 caso surja "uma proposta gigantesca da Europa". Quem afirma é Caio Ribeiro, comentarista da TV Globo.

Durante a edição paulista do Globo Esporte, nesta sexta-feira, Caio cravou o acerto de Lucas Lima com o Palmeiras. Está tudo apalavrado, segundo o comentarista.

– O Palmeiras já fechou com o Diogo Barbosa, já está fechado com o Lucas Lima e vai atrás de um goleiro (...) Já está apalavrado. Se não aparecer uma proposta gigantesca, milionária da Europa, ele vai vestir a camisa do Palmeiras no ano que vem – afirmou Caio Ribeiro.

Lucas Lima foi contratado pelo Santos em 2014 após se destacar no Sport no ano anterior. A chegada do jogador, na época vinculado ao Internacional, foi financiada pelo fundo Doyen – negócio de R$ 5 milhões que, mais tarde, se transformou em briga na Vila Belmiro. Pelo clube, tem 203 jogos e 19 gols. Nesta temporada, marcou três vezes e deu 19 assistências.

No meio deste ano o Santos entregou ao meia uma proposta de renovação, que ainda não respondeu. O clube da Vila Belmiro diz que não foi procurado pelo rival para tratar do jogador.

Quem gerencia a carreira de Lucas Lima, atualmente, é o pai de Neymar, que virá ao Brasil ainda este mês para selar o futuro do jogador.

No Palmeiras, Lucas Lima sabe que poderá assinar um contrato de cinco anos. Ele também tem conhecimento dos valores que receberá, entre luvas, salários, auxílio moradia e ganho por produtividade (acréscimos nos vencimentos por partida realizada).

Continuar lendo

De virada, na raça e com brilho de Jô. Corinthians bate o Flu e é hepta

Se você torce para o Corinthians, sorria: nesta década, ninguém comemorou tantos – e tão importantes – títulos quanto você no Brasil. A conquista do Brasileirão, na quarta-feira, consolidou o Timão como principal papa-taças do país desde 2011. Observe:

 

Continuar lendo

Itália fica fora da Copa do Mundo de 2018 e Suécia se classifica

A Itália não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo pela primeira vez em 60 anos depois de empatar por 0 x 0 com a Suécia, que garantiu nesta segunda-feira uma vaga na Rússia por ter vencido em casa por 1 x 0.

A Suécia sobreviveu a uma série de ataques da seleção italiana no jogo de volta da repescagem europeia, em uma noite de tensão e drama em um estádio San Siro descrente.

A tetracampeã Itália, que não ficava fora de uma Copa do Mundo desde o torneio de 1958 na Suécia, deixou os visitantes em seu próprio campo durante a maior parte do jogo e criou várias chances, mas não conseguiu superar Robin Olsen para marcar seu gol.

Itália fica fora da Copa do Mundo 2018 Reuters/Max Rossi

Os anfitriões, que tiveram 75% de posse de bola, fizeram disparos para fora, outros pararam em Olsen e também reclamaram de um pênalti ao pressionarem desesperadamente por um gol.

"Não tínhamos mais armas. Tivemos que aguardar e esperar que pudéssemos aguentar", disse o técnico da Suécia, Jan Andersson. "Nós não poderíamos fazer de outra forma, eles têm muita qualidade."

O mais próximo que a Itália chegou de marcar foi numa tentativa de Ciro Immobile que foi parcialmente defendida por Olsen e posteriormente afastasa por Victor Lindelof.

Os jogadores italianos desabaram no campo em desespero no apito final e até mesmo veteranos como Giorgio Chiellini estavam inconsoláveis. O apoio da torcida durante o jogo rapidamente se transformou em hostilidade, e vaias foram ouvidas pelo estádio.

Continuar lendo

Brasil x Inglaterra: Tite escala a equipe titular

Ainda que não realizasse um treinamento tático coletivo, Tite deu hoje mostras de algumas peças que voltarão à equipe titular da seleção brasileira para o jogo amistoso de terça, contra a Inglaterra, em Londres.

Na atividade de hoje no lendário estádio Craven Cottage, na capital inglesa, Miranda e Marquinhos realizaram um trabalho específico ao lado de Daniel Alves e Marcelo, mostrando a linha de defesa para o amistoso.

No trabalho, a comissão técnica rodava a bola pelo meio de campo e deixava um auxiliar fazendo a função de pivô. Era clara a preocupação em acertar a marcação que será feita sobre o atacante inglês Jamie Vardy. O analista Fernando Lázaro fazia as vezes do atacante do Leicester.

Enquanto a defesa trabalhava de um lado do campo, do outro a atividade era específica para o ataque. Casemiro, Fernandinho e Renato Augusto se revezavam no centro do gramado, buscando lançamentos para meias e atacantes nas costas da zaga, pelo lado do campo.

Ainda que ali não tivesse uma diferenciação entre titulares e reservas, é possível afirmar que Philippe Coutinho, que se recuperou de lesão no músculo adutor da coxa esquerda e treinou normalmente, começará o jogo contra a Inglaterra.

As dúvidas agora ficam na parte mais defensiva do meio. Com Fernandinho em grande fase, Tite ainda não revelou se mantém o volante do Manchester City ou se promove o retorno do então titular Renato Augusto.

A expectativa é que a decisão de Tite seja revelada no treino de hoje, já no estádio de em Wembley, quando o treinador deve comandar um treinamento coletivo já com a formação titular que entrará em campo amanhã contra a equipe do técnico Gareth Southgate, que na sexta-feira empatou sem gols com a Alemanha.

Continuar lendo

Brasil conta com VAR, resolve no primeiro tempo e bate o Japão

Papel bem feito e satisfatório. Em amistoso com o Japão, em Lille (FRA), o Brasil adotou uma postura eloquente na primeira etapa e venceu por 3 a 1, com gols de Neymar, de pênalti e com auxílio do árbitro de vídeo, Marcelo e Gabriel Jesus - marcados até os 35 minutos. Makino descontou para os asiáticos. No início, a equipe de Tite manteve o ímpeto das Eliminatórias, mesmo com testes no time titular, que teve a zaga reserva (Jemerson e Thiago Silva), o lateral Danilo e os meio-campistas Giuliano e Fernandinho - todos em bom nível.
O próximo teste da Seleção será diante da Inglaterra, terça-feira, às 18h (de Brasília), em Londres. O jogo será no Wembley e o último de 2017, uma ótima oportunidade para esquentar ainda mais os motores visando a Copa do Mundo de 2018. O JOGO

Continuar lendo

Saiba quem serão os árbitros de vídeo de Brasil x Japão

O primeiro árbitro de vídeo da história de um jogo da seleção brasileira estará em ação no amistoso desta sexta-feira, contra o Japão, e é famoso na França por ter expulsado três jogadores em cinco minutos na vitória do PSG por 3 a 1 sobre o Lens, na temporada 2014-15. Um deles, o uruguaio Cavani, ainda artilheiro do clube parisiense e pivô de uma polêmica com Neymar, em razão da disputa para ser o cobrador oficial de pênaltis da equipe.

Continuar lendo