Crivella decide fechar pontos contaminados com vírus da hepatite A no Vidigal

O Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, determinou o fechamento dos três pontos de coleta de água analisados na região do Vidigal, na Zona Sul, que apresentaram resultado positivo para o vírus da hepatite A. A contaminação foi constatada pelo Laboratório de Desenvolvimento Tecnológico em Virologia da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). As análises foram feitas ainda em outros sete locais, mas que não apresentaram a presença do vírus.

 

Com base no resultado das análises, Crivella acionou a da Secretaria Municipal de Conservação e Meio Ambiente (Seconsema) para fechar o poço artesanal na Avenida Presidente João Goulart, 759, no Vidigal, e o chuveiro da praia do Sheraton Hotel, na Avenida Niemeyer. Já a Vigilância Sanitária foi orientada pelo prefeito a interditar a loja que funciona no número 753 da Avenida Presidente João Goulart, local em que foi identificada lote de  água mineral contaminada da marca Ouro da Serra.

A Prefeitura do Rio informa que novas coletas estão sendo realizadas para identificação de outros possíveis focos e reitera a importância dos moradores adotarem  medidas preventivas como lavar as mãos e só usar água fervida e/ou  filtrada para beber e preparar alimentos. Os reservatórios, filtros e garrafas devem ser higienizados com hipoclorito de sódio que a Prefeitura e a Cedae têm distribuído.

 

Ao primeiro sintoma da hepatite A, as pessoas devem procurar o posto de saúde.  
Posturas realiza reunião com feirantes de Neves em...
Detran abre inscrições para curso de direção defen...