Crivella inaugura Clínica da Família na Maré para atender 24 mil pessoas

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, inaugurou na manhã desta quarta-feira, dia 7/2, a Clínica da Família Diniz Batista dos Santos, no Complexo da Maré. Com investimentos de R$ 5,2 milhões, a nova unidade vai realizar mais de 1.500 consultas por mês no atendimento a 24 mil pessoas da região, em especial os moradores das comunidades Rubens Vaz e Parque União. Esta é a quarta clínica da família inaugurada no governo Crivella, com um total de 118 unidades em todas as regiões da cidade. 

- Na minha administração já são quatro clínicas da família. Aqui nessa região, a cobertura agora está chegando a quase 90%. É muito importante a gente tratar as pessoas antes de ficarem doentes. Essa é a melhor forma de investimento que a Prefeitura faz. Na nossa administração, assumimos 250 equipes de saúde da família. E inaugurar quatro clínicas em meio a uma grande crise mostra que a Prefeitura está botando a questão da saúde como prioridade. Para cuidar das pessoas, nosso grande ideal, sobretudo nas comunidades carentes que é onde elas mais precisam – disse Crivella, durante a solenidade de inauguração. 

As equipes de trabalho contam com seis médicos, seis enfermeiros, seis técnicos de enfermagem, 30 agentes comunitários de saúde, dois cirurgiões dentistas, dois auxiliares de saúde bucal, um farmacêutico, dois profissionais de farmácia e pessoal administrativo. 

- Aqui tem consultórios, as pessoas vão poder fazer exames, receber o remédio de uso contínuo, de diabetes ou pressão alta. Os tratamentos, mesmo os graves, serão tratados. Todos os moradores deverão ter uma ficha aqui, serem conhecidos daqui. E vão ser encaminhados para outras unidades em caso de necessidade – esclarece o prefeito. 

A nova unidade tem seis consultórios, sala de procedimentos/coleta, sala de curativos, sala da saúde bucal, centro de culturas e ideias, sala de ultrassonografia, sala de raio x e sala de observação clínica. Entre os serviços oferecidos estão consultas individuais e coletivas, visita domiciliar, pré-natal; teste do pezinho; imunização; curativos; planejamento familiar e vigilância em saúde. 

Com a inauguração desta clínica, chega a 82% de cobertura da Estratégia Saúde da Família para os moradores da Área Programática 3.1, que abrange os bairros Bonsucesso, Brás de Pina, Complexo do Alemão, Cordovil, Ilha do Governador, Jardim América, Manguinhos, Maré, Olaria, Parada de Lucas, Penha Circular, Penha, Ramos e Vigário Geral. A região conta com três hospitais, duas policlínicas, 16 Clínicas da Família, 17 Centros Municipais de Saúde, seis Centros de Atenção Psicossocial, duas UPAs, um Centro de Saúde Escola e a Coordenação de Emergência Regional (CER) da  Ilha.  

A região, por sinal, enfrentou problemas de violência na véspera da inauguração da clínica da família. Em sinal de solidariedade, o prefeito Crivella pediu um minuto de silêncio durante a solenidade para homenagear Emilly Sofia Neves Marriel, de 3 anos, que morreu quando bandidos atiraram no veículo da família em Anchieta, e Jeremias Moraes, de 13 anos, atingido durante tiroteio entre policiais e bandidos na comunidade Nova Holanda, no Complexo da Maré. 

- A violência no Rio de Janeiro é uma tragédia. Nós não podemos, de maneira nenhuma, recuar nessa marcha de continuar trabalhando. Hoje, existe um voto de pesar e de saudade, em cada lar uma prece pela perda do jovem, que era paciente do nosso posto de saúde municipal aqui na Maré. O Estado tem a polícia, o município não foge da sua responsabilidade de levar educação e os princípios da saúde básica. Não vou dizer que isso é problema do governador, do Governo Federal, não. Embora o Governo Federal deva muito ao Rio de Janeiro. Porque o Governo Federal arrecada todos os anos na cidade do Rio de Janeiro R$ 120 bilhões para despesas do Brasil, com imposto de renda, PIS, Cofins e tributos federais. E devolve menos de R$ 5 bilhões. Se essa verba ficasse aqui certamente não estaríamos na tragédia que estamos. Fica aqui o nosso apelo e mais uma vez temos a lamentar a morte de dois inocentes – concluiu o prefeito.

Governo realiza campanha contra o assédio sexual
Forças federais participam de operação na região m...