Prefeitura mobilizada para garantir organização do carnaval carioca, que reuniu mais de 1 milhão no Bola Preta e no Bloco da Favorita

Este sábado de Carnaval, 10/2, começou com o centenário Cordão da Bola Preta desfilando pelas ruas do Centro. Cerca de 340 mil foliões pularam e se emocionaram com o bloco mais antigo da cidade. Já na Zona Sul, quem sacudiu a orla foi o Bloco da Favorita, que reuniu 690 mil pessoas na Princesinha do Mar. Além dos blocos que coloriram as ruas do Rio, ainda tem Sapucaí: nesta noite, sete escolas fecham os desfiles da série A do carnaval. A Comlurb recolheu hoje mais de 100 toneladas de resíduos pela cidade, e o Lixo Zero multou 143 foliõesPara organizar a folia, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, mobilizou diversos órgãos da Prefeitura, com o objetivo de garantir a ordem e a segurança dos participantes, além da limpeza das ruas e do Sambódromo. 

 

A operação especial da Guarda Municipal da Prefeitura do Rio (GM-Rio) contou, até às 18h, com registro de seis prisões, por porte ilegal de arma de fogo, furto de celular e por resistência, e com a apreensão de um adolescente com mandado de busca e apreensão em aberto, durante os desfiles do “Multibloco” e “Cordão da Bola Preta”, no Centro, “Escangalha!”, no Jardim Botânico, e “Empolga às 9”, em Ipanema. A fiscalização do trânsito resultou, até o momento, na aplicação de 259 multas para diversas irregularidades, sendo 56 flagrantes no entorno do Sambódromo.

 

A Secretaria Municipal de Ordem Pública removeu 87 veículos estacionados irregularmente nas áreas interditadas para a passagem de blocos e carros alegóricos das escolas de samba desde o início da Operação Carnaval, que começou ontem, e tem parcial divulgada até as 17h de hoje. Agentes da Secretaria Municipal de Fazenda realizaram ações de fiscalização na região do Centro, onde 1.369 itens foram apreendidos, entre eles 420 garrafas de vidro. Outros materiais apreendidos na operação foram bebidas alcoólicas e não alcoólicas, churrasqueiras e carrinhos, além de 100 kg de churrasco, que foram descartados.

 

 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou 40 atendimentos nos dois postos médicos do Centro (Largo da Carioca e Praça Ana Amélia), montados pela Prefeitura do Rio nas áreas por onde desfilam os blocos que, historicamente, registram maior público. Destes, seis pacientes precisaram ser transferidos para unidades da rede municipal. As principais causas de atendimento foram mal-estar provocado pelo calor, hipertensão e traumas ortopédicos leves e ingestão em excesso de bebida alcoólica.

 

 

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio está com uma novidade este ano: a Sala de Crise Avançada, localizada no Camarote da Prefeitura, que replica as imagens das 49 câmeras instaladas na Marquês de Sapucaí e em seu entorno. E informa que foi iniciada a interdição da pista lateral da Av. Pres. Vargas, sentido Candelária, que estava liberada até a altura da Rua Carmo Neto, e do Vd. 31 de Março, sentido Laranjeiras. A Rua Estácio de Sá também fica interditada. Às 20h, haverá o bloqueio da Rua Frei Caneca. Todos os veículos serão desviados pela Rua Itapiru. Veja mais detalhes dos fechamentos: http://bit.ly/EsquemaCarnaval2018.

 

No Terreirão do Samba, depois de Thiaguinho na sexta-feira, reunindo três mil pessoas, a festa continua neste sábado, com ImaginaSamba e Clareou.

 

 

SAÚDE

O Carnaval de Rua 2018 conta com atendimento pré-hospitalar da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) nos blocos com maior concentração de foliões.  Os  postos estão estabelecidos no Centro, as estruturas estão montadas no Largo da Carioca e Praça Ana Amélia; em Copacabana, na Praça do Lido; e outro em Ipanema, na Praça General Osório. Ao todo, 210 profissionais de saúde, 70 deles médicos, estarão trabalhando durante o carnaval nos postos para atender os foliões que necessitarem de assistência. 

Os pacientes mais graves ou que necessitam de suporte hospitalar são transferidos para hospitais da rede municipal de saúde em ambulâncias que estão à disposição do esquema especial de atendimento. Os postos montados na Zona Sul contam com duas ambulâncias por plantão, por posto. Já nos do Centro, quatro ambulâncias dão o suporte necessário para cada dia de funcionamento, por posto. Cada ambulância conta com equipe completa (motorista, enfermeiro e médico), e as transferências são coordenadas pela Central de Regulação do município. 

A estrutura dos postos conta com um total de 16 leitos, sendo quatro de suporte avançado em cada posto, além de um total de 16 poltronas de hidratação. Em Ipanema, o posto médico funciona aberto na Praça General Osório nos dias 09, 10, 11, 12, 13 e 17 de fevereiro. Já no posto montado em Copacabana o atendimento é feito na Praça do Lido nos dias 09, 10, 11, 12, 13 e 17 de fevereiro. No Centro, os dois postos funcionarão nos dias 12, 13 e 17 de fevereiro.

           

CENTRO DE OPERAÇÕES RIO

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que foi iniciada a interdição da pista lateral da Av. Pres. Vargas, sentido Candelária, que estava liberada até a altura da Rua Carmo Neto, e do Vd. 31 de Março, sentido Laranjeiras. A Rua Estácio de Sá também fica interditada. Às 20h, haverá o bloqueio da Rua Frei Caneca. Todos os veículos serão desviados pela Rua Itapiru. Veja mais detalhes dos fechamentos: http://bit.ly/EsquemaCarnaval2018

 

- TEMPO: Máxima de 36ºc para este sábado. No período da noite, devido ao calor, podem ocorrer pancadas de chuva em pontos isolados do Município. Os ventos ficarão com intensidade moderada a forte nos períodos da tarde/noite. Veja mais detalhes dos fechamentos no entorno do Sambódromo, para o carnaval 2018, acessando o link:http://bit.ly/EsquemaCarnaval2018

 

RIOTUR

A animação de sábado não para por aí. Além dos blocos que coloriram as ruas do Rio, ainda tem Sapucaí. Nesta noite, sete escolas fecham os desfiles da série A do carnaval. Abrindo os desfiles deste sábado, a Alegria da Zona Sul homenageia Luiza Mahin, uma mulher que esteve envolvida na articulação de todas as revoltas e levantes de escravos. De olho no retorno ao grupo especial, a Viradouro, terceira escola a atravessar a Avenida, traz o enredo ‘Vira a cabeça, pira o coração. Loucos gênios da criação’.

 

SECRETARIA DE ORDEM PÚBLICA

A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública, removeu 87 veículos estacionados irregularmente nas áreas interditadas para a passagem de blocos e carros alegóricos das escolas de samba desde o início da Operação Carnaval até as 17h de hoje. 

 

A força-tarefa começou na sexta-feira (9), por volta das 13h, e segue até 13 de fevereiro, e no dia 17, no entorno e adjacências do Sambódromo e blocos de rua. Só neste sábado (10), foram rebocados 53 veículos por estacionamento em local proibido. 

 

O planejamento especial conta com 15 reboques e 25 agentes no período diurno, das 7h às 19h, e três reboques e cinco agentes no período noturno, das 19h às 7h. O objetivo é coibir os estacionamentos irregulares, dando fluidez ao tráfego e ao percurso dos foliões espalhados pela cidade. Está proibido o estacionamento em locais já regulamentados e nos definidos pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) por publicação. 

 

 

Remoções por local:

 

Sábado (10) - Parcial diurna

Cordão da Bola Preta (Centro) - 21

Bloco da Favorita (Copacabana) - 12

Bloco Escangalha (Jardim Botânico) - 2

Harmonia de Copacabana - 6

Pinta Mas Não Borra (Botafogo) - 2

Dois pra lá dois pra cá (Botafogo) - 2

Sambódromo - 4

Bloco Carioca da Gema - 4

 

Sexta (9) - Total dia e noite

Bloco Rola preguiçosa - Tarda mas não falha (Ipanema) - 3

Bloco Carmelitas (Santa Teresa) - 1

Bloco Vestiu uma camisinha listrada e saiu por aí (Centro) - 12

Cidade Nova (proximidades do Sambódromo) - 18

 

 

GUARDA MUNICIPAL

A operação especial da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) realizada neste sábado, dia 10, para o Carnaval 2018 contou com registro de seis prisões, por porte ilegal de arma de fogo, furto de celular e por resistência, e com a apreensão de um adolescente com mandado de busca e apreensão em aberto, durante os desfiles do “Multibloco” e “Cordão da Bola Preta”, no Centro, “Escangalha!”, no Jardim Botânico, e “Empolga às 9”, em Ipanema. A fiscalização do trânsito resultou, até o momento, na aplicação de 259 multas para diversas irregularidades, sendo 56 flagrantes no entorno do Sambódromo.

 

Além das ações de ordenamento urbano e de trânsito, a GM-Rio também deu início a uma campanha de conscientização contra a exploração sexual infantil durante os dias da folia, que está sendo realizada em conjunto com o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA) em desfiles de blocos infantis e das escolas de samba mirins.

 

PRISÕES:

O homem flagrado com a arma de fogo foi detido pela manhã, na Rua do Lavradio, por uma equipe do Grupamento de Operações Especiais (GOE). Os guardas estavam realizando patrulhamento preventivo para o desfile do “Multibloco”, na Lapa, e receberam a denúncia de que o acusado ameaçava pessoas com a arma em punho. Ao chegar ao local, a equipe identificou o acusado e o deteve. Durante a condução para delegacia, ele chegou a oferecer R$ 5.000,00 aos agentes para ser liberado. O caso foi registrado na 5ª DP (Centro) como porte ilegal de arma e corrupção ativa, e o homem ficou detido.

 

Outra equipe do GOE conduziu dois homens e um adolescente para a 5ª DP (Centro), após um flagrante de roubo de cordão de ouro durante o desfile do “Cordão da Bola Preta”. Ao chegar à delegacia, verificou-se que havia mandado de busca e apreensão expedido em nome do adolescente de 17 anos, que foi conduzido para a Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA). Os outros dois acusados ficaram detidos.

 

No bloco “Empolga às 9h”, que desfila em Ipanema, guardas do GOE fizeram duas prisões, ambas por furto de celular. Os acusados foram conduzidos para a 12ª DP (Copacabana) para registro da ocorrência.

 

Já a tarde, durante o desfile do “Escangalha!”, um ambulante autorizado foi conduzido por guardas do Grupamento Tático Móvel (GTM) para a 15ª DP (Gávea) após ter agredido um guarda municipal que atuava no ordenamento urbano. A agressão aconteceu após o guarda orientá-lo a se posicionar próximo ao meio-fio, para não atrapalhar a movimentação do bloco. O caso foi registrado como resistência.

 

AÇÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO:

A GM-Rio e o CMDCA iniciaram neste sábado, dia 10, no Bloco Semente do Samba, que desfila em Vila Isabel, ação para conscientizar foliões sobre a exploração sexual infantil durante o carnaval 2018. Até o dia 13 de fevereiro, equipes do Grupamento de Ronda Escolar (GRE) e profissionais do CMDCA vão atuar nos blocos infantis “Fanfinha” e “Largo do Machadinho, Mas Não Largo do Suquinho” e no desfile das escolas de samba mirins para alertar a população sobre o problema e orientar sobre as formas de denúncia. Haverá distribuição de folder informativo sobre o tema e a bola-mania, que é uma atividade lúdica com confecção de bonecos e objetos com balões de gás. Os guardas também distribuirão pulseiras de identificação para evitar casos de crianças perdidas. Os casos de flagrantes de violações de direitos e crimes contra crianças e adolescentes serão encaminhados para as autoridades policiais.

 

AGENDA DOS PRÓXIMOS DIAS:

Domingo, dia 11, a partir das 9h

Bloco Fanfinha

Local: Praça Chaim Weizmann, Botafogo

 

Segunda-feira, dia 12, a partir das 9h

Bloco Largo do Machadinho, Mas Não Largo do Suquinho

Local: Largo do Machado, Catete

 

Terça-feira, dia 13, a partir das 15h

Desfile das Escolas Mirim

Local: Sambódromo

 

 

COMLURB

A Comlurb retirou hoje mais de 100 toneladas de lixo do Sambódromo e das ruas do Rio. A limpeza da primeira noite de desfiles, ontem, que continuou até a parte da manhã deste sábado, rendeu 32,5 t na Sapucaí, sendo, 2.25 t de material reciclável. O balanço parcial dos blocos de hoje chega a  60,6 t, sendo o Favoritas, com 33 t, e o Bola Preta,  com 27,6 toneladas de resíduos. O programa Lixo Zero multou 143 foliões, dos quais 134 por urinar nas ruas e nove por descarte irregular de pequenos resíduos.

 

Para garantir que tudo fique limpo no primeiro dia de desfiles das escolas da Série A, a Comlurb destacou 715 garis com apoio de 40 equipamentos e máquinas para limpeza e manutenção de toda área interna do Sambódromo, como corredores, frisas, arquibancadas e pista (durante os desfiles, desde a concentração até dispersão), lavagem dos contêineres, coleta de resíduos, limpeza dos postos médicos, do Terreirão do Samba e de todo o entorno. A limpeza da Passarela do Samba é sincronizada e foi ensaiada para, mais uma vez, fazer sucesso toda vez que a equipe de garis da Comlurb evolui na pista.

 

Blocos

A logística de limpeza do Carnaval de Rua baseada no Protocolo de Blocos começou no pré-carnaval e continua evoluindo até o encerramento da festa no dia 18 de fevereiro. O protocolo  define o quantitativo de mão de obra, contêineres, equipamentos e veículos de acordo com o tamanho do bloco, garantindo maior eficiência e agilidade aos serviços. O sistema de limpeza contará com até 1.100 garis por dia; 2.100 contêineres, 100 sopradores, 20 vaporizadores, além de 50 veículos entre caminhões compactadores, caminhões-pipas, carros lava a jato, caminhões basculantes, mini varredeiras, varredeiras mecânicas e mini basculantes. 

 

A operação de limpeza para atender a folia nas ruas é diferenciada, com sistema de manutenção permanente durante a evolução do bloco até sua dispersão e instalação de contêineres ao longo de todo o trajeto para estimular os foliões a jogarem o lixo no local adequado. Com a saída dos foliões é realizada a remoção dos resíduos com sopradores e modo força tarefa, com os garis fazendo o repasse, além de lavagem das pistas com água de reuso e desodorizante. Os acessos, transversais, concentração e trajeto do desfile do circuito dos blocos também receberão atenção da Companhia.

 

De acordo com o Protocolo, blocos de grande porte, como o Cordão da Bola Preta, por exemplo, podem contar com até 260 garis, 600 contêineres e 17 veículos e equipamentos.  Em outros blocos que desfilaram hoje, sábado, também com grande número de foliões - como a Banda de Ipanema;  o Bloco da Favorita, o Empolga às 9 e a Banda Sá Ferreira, em Copacabana; o Carrossel de Emoções, na Barra da Tijuca; o Céu na Terra, em Santa Teresa; o Bloco do Barbas, em Botafogo e o Cordão da Alegria da Tijuca; Vem que eu te carrego, na Praça Mauá, entre outros - a Comlurb esteve presente agilizando a limpeza em todas as ruas.

 

Lixo Zero

Os foliões que vão brincar no Carnaval de Rua devem ter  cuidado com os pequenos resíduos irregularmente descartados e não urinar nas calçadas, vias e canteiros. O Programa Lixo Zero não vai parar durante os dias de folia e fiscalizará os maiores e os mais importantes blocos da cidade.

 

As equipes do Lixo Zero, formadas por 210 agentes de fiscalização da Comlurb e 140 guardas municipais, atuarão nos blocos, nas ruas dos desfiles e no entorno. Caso o folião seja pego em flagrante urinando em via pública pelas equipes de fiscalização, será passível de multa no valor de R$ 563,30, conforme o novo Artigo 103-A da Lei de Limpeza Urbana. Para descarte de pequenos resíduos, o valor da multa é de R$ 205,60.

 

 

SECRETARIA DE FAZENDA

Neste sábado (10/2), os agentes da Coordenadoria de Gestão do Espaço Urbano, da Secretaria Municipal de Fazenda, realizaram ações de fiscalização no Carnaval. Na região do Centro, 1.369 itens foram apreendidos, entre eles 420 garrafas de vidro. Outros materiais apreendidos na operação foram bebidas alcoólicas e não alcoólicas, churrasqueiras e carrinhos, além de 100 kg de churrasco que foram descartados.

 

 

Terreirão do Samba

Três mil pessoas estiveram no Terreirão do Samba na noite de sexta-feira para curtir o show de Thiaguinho na sexta-feira. A festa continua neste sábado, com ImaginaSamba e Clareou. Antes disso, o Grupo Arruda apresenta a roda de samba com a companhia de Tiaozinho Mocidade.

 

Comandada por mestre Odilon, a Bateria Terreirão encerra o segundo dia de shows junto com o Rixxah e Rico Medeiros entoando sambas de enredo que entraram para a história. Aqueles que gostam de acompanhar os desfiles da escola não precisam perder a passagem de nenhuma ala para curtir os shows. Durante a programação, dois telões vão exibir tudo o que acontece na Marquês de Sapucaí.

 

Os ingressos custam R$ 20, e moradores do Rio pagam meia entrada se apresentarem comprovante de residência ou o RG mostrando que são nascidos no Rio de Janeiro. Além de muita música, haverá distribuição de 15 mil preservativos. O Terreirão fica na Rua Benedito Hipólito, 66, Praça Onze.

Morre Niltinho Tristeza, compositor de Liberdade! ...
Dourado ceifa na estreia, Fla vence o Botafogo e v...