Saúde já atendeu quase 700 pessoas no Sambódromo e no roteiro dos blocos

O balanço do carnaval, até agora, mostra uma forte atuação da Prefeitura do Rio para proporcionar aos cariocas e turistas uma festa mais organizada e ordenada. O objetivo do prefeito Marcelo Crivella é proporcionar a todos o melhor carnaval do Rio de Janeiro. Até a manhã deste domingo, a Secretaria Municipal de Saúde já atendeu a quase 700 pessoas nos postos montados na  Marquês de Sapucaí e no roteiro dos principais blocos da cidade. A Guarda Municipal do Rio registrou ontem 16 prisões em ocorrências como furto de celular, resistência e porte ilegal de arma de fogo, além de apreender um adolescente com mandado de busca e apreensão em aberto. A Secretaria Municipal de Ordem Pública removeu até ontem um total de 162 automóveis, sendo 79 rebocados em fiscalizações de blocos e no entorno do Sambódromo, e 83 em bairros como o Centro, Copacabana, Gamboa, Ipanema, Maracanã, entre outros. A Comlurb recolheu mais de 189 toneladas de resíduos em toda a cidade com esquema especial de limpeza e Lixo Zero multa 174 foliões. Os desfiles das Escolas de Samba da Série A geraram 39,2 toneladas, sendo 1,64t de recicláveis, após a limpeza noturna e a diurna feita nesta manhã de domingo, preparando a Passarela do Samba para o desfile do Grupo Especial.

Após o encerramento dos desfiles da Série A na Marquês de Sapucaí, na manhã deste domingo de Carnaval, a Secretaria Municipal de Saúde contabilizou 524 atendimentos médicos nos sete postos montados no Sambódromo. Os casos mais comuns atendidos nos postos são mal estar por causa do calor, picos de hipertensão, torções e intoxicação exógena (por álcool ou outras drogas). A Vigilância Sanitária realizou 91 inspeções em bares, food trucks, buffet, camarotes, ambulâncias, postos de saúde e condições de trabalho. Foram 18 multas aplicadas e 4 quilos de alimentos inutilizados. Houve interdição de um bar, por problema de exaustão e fluxo inadequado. A Secretaria Municipal de Saúde também realizou, nos dois primeiros dias de blocos de Carnaval de Rua (9 e 10 de fevereiro), 169 atendimentos nos quatro postos médicos, montados pela Prefeitura do Rio nas áreas por onde desfilam os blocos que, historicamente, registram maior público.

 

Guarda Municipal do Rio registrou, até o sábado, 16, prisões em ocorrências como furto de celular, resistência e porte ilegal de arma de fogo, além de apreender um adolescente com mandado de busca e apreensão em aberto. As ocorrências da GM foram registradas nos desfiles do “Multibloco” e “Cordão da Bola Preta”, no Centro; “Escangalha!”, no Jardim Botânico; “Empolga às 9”, em Ipanema; e a Favorita, em Copacabana.

 

Secretaria Municipal de Ordem Pública removeu, no sábado (10/2), um total de 162 automóveis, sendo 79 rebocados em fiscalizações de blocos e no entorno do Sambódromo, e 83 em bairros como o Centro, Copacabana, Gamboa, Ipanema, Maracanã, entre outros. A força-tarefa começou na sexta-feira (9/2), por volta das 13h, e segue até o fim do carnaval.

 

Centro de Operações da Prefeitura do Rio, com uma Sala de Crise Avançada, localizada no Camarote da Prefeitura, replica as imagens das 49 câmeras instaladas na Marquês de Sapucaí e em seu entorno. E informa que estão liberados a Rua Frei Caneca e o Viaduto 31 de Março, sentido Laranjeiras. As demais vias do entorno do Centro permanecem fechadas até a quarta-feira (14/02). As interdições voltam a ser feitas às 19h deste domingo (11/2), para o suporte dos preparativos do Sambódromo, e repetidas nesta segunda-feira de Carnaval (12/02). Veja mais detalhes dos fechamentos no entorno do Sambódromo: http://bit.ly/EsquemaCarnaval2018

 

O Terreirão do Samba recebeu cinco mil pessoas na noite de sábado para uma dose dupla de atrações, com ImaginaSamba e Grupo Clareou. E tem mais neste domingo, com Swing e Simpatia e Ferrugem. Quem abre a programação da noite são as Filhas do Samba, com a companhia de Dorina. Os ingressos custam R$ 20, e moradores do Rio pagam meio se apresentarem comprovante de residência e RG mostrando que nasceram no Rio.

 

SAÚDE

A Secretaria Municipal de Saúde montou sete postos montados no Sambódromo. Foram 201 atendimentos na primeira noite e mais 323 na segunda noite de desfiles. Os foliões foram atendidos nos postos montados nos setores 1 (concentração), 2, 7, 8, 10 (Rua Salvador de Sá), 11 e Apoteose (dispersão). Os casos mais comuns atendidos nos postos são mal estar por causa do calor, picos de hipertensão, torções e intoxicação exógena (por álcool ou outras drogas). No segundo dia de desfiles, seis pacientes, com quadros mais graves, tiveram que ser transferidos para hospitais ou unidades de pronto atendimento da rede municipal – 22 nos dois dias de apresentação. Para esses casos que precisam de remoção, a SMS disponibilizou 15 ambulâncias UTIs, com equipes de saúde distintas das equipes dos postos. A Central Municipal de Regulação dá suporte aos casos de necessidade de transferência de pacientes.

 

A Vigilância Sanitária realizou 91 inspeções em bares, food trucks, buffet, camarotes, ambulâncias, postos de saúde e condições de trabalho. Foram 18 multas aplicadas e 4 quilos de alimentos inutilizados. Houve interdição de um bar, por problema de exaustão e fluxo inadequado. O órgão manteve um estande do começo ao fim do desfile, para receber denúncias dos foliões em tempo real e orienta-los sobre a prevenção de riscos à saúde no período de folia.

 

E a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou, nos dois primeiros dias de blocos de Carnaval de Rua (9 e 10 de fevereiro), 169 atendimentos nos quatro postos médicos, montados pela Prefeitura do Rio nas áreas por onde desfilam os blocos que, historicamente, registram maior público. Destes, 22 pacientes precisaram ser transferidos para unidades da rede municipal. As principais causas de atendimento foram mal-estar provocado pelo calor, hipertensão, traumas ortopédicos e intoxicação exógena (por álcool ou outras drogas).

COMLURB

No segundo dia do Carnaval, a Comlurb removeu 189 toneladas de resíduos em toda a cidade. Na limpeza dos blocos que saíram no sábado, dia 10, a Companhia recolheu 150 toneladas de resíduos. O bloco que mais gerou lixo foi o Favoritas, que lotou a Praia de Copacabana, com 35 t. O tradicional Bloco do Cordão do Bola Preta produziu 27,6 toneladas. Já o Carrossel de Emoções, da Barra, gerou 5 t, e na Zona Norte muitos blocos animaram os bairros com o Afro Zimbauê da Ilha produzindo 634 kg, o Amigos da Joaquim Méier, 112 kg, o Vem Comigo,429 kg e o Verde e Branco 878 kg.

Nos bailes de rua a Comlurb recolheu na Dias da Cruz, no Méier,  e no Largo do Bicão, na Penha, cerca de 3 toneladas de resíduos .  Na Av. Intendente Magalhães, em Campinho, foram removidas 3,8 toneladas de resíduos.

 

O programa Lixo Zero multou ontem, sábado, 174 foliões, sendo 162 por urinar nas ruas e 12 por descarte irregular de pequenos resíduos. Nos dois primeiros dias de folia, as esquipes do Programa multaram 289 pessoas

 

CENTRO DE OPERAÇÕES RIO

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que foi iniciada a interdição da pista lateral da Av. Pres. Vargas, sentido Candelária, que estava liberada até a altura da Rua Carmo Neto, e do Viaduto 31 de Março, sentido Laranjeiras. A Rua Estácio de Sá também fica interditada. Às 20h, haverá o bloqueio da Rua Frei Caneca. Todos os veículos serão desviados pela Rua Itapiru. Veja mais detalhes dos fechamentos: http://bit.ly/EsquemaCarnaval2018

 

 

SECRETARIA DE ORDEM PÚBLICA

A Coordenadoria de Fiscalização de Estacionamentos e Reboques (Cfer), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública, removeu 13 veículos estacionados irregularmente nas áreas interditadas para a passagem de blocos e carros alegóricos das escolas de samba durante a noite/madrugada até às 7h de hoje. No sábado (10), o total foi de 162 automóveis rebocados, sendo 79 em fiscalizações de blocos e no entorno do Sambódromo, e 83 em bairros como o Centro, Copacabana, Gamboa, Ipanema, Maracanã, entre outros. A força-tarefa começou na sexta-feira (9), por volta das 13h, e segue até 13 de fevereiro e no dia 17 no entorno e adjacências do Sambódromo e blocos de rua.

 

O planejamento especial conta com 15 reboques e 25 agentes no período diurno, das 7h às 19h, e três reboques e cinco agentes no período noturno, das 19h às 7h. O objetivo é coibir os estacionamentos irregulares, dando fluidez ao tráfego e ao percurso dos foliões espalhados pela cidade. Em regra, está proibido o estacionamento em locais já regulamentados e nos definidos pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) por publicação.

 

 

 

GUARDA MUNICIPAL

A Guarda Municipal do Rio registrou 16 prisões em ocorrências como furto de celular, resistência e porte ilegal de arma de fogo, além de apreender um adolescente com mandado de busca e apreensão em aberto, durante os desfiles do “Multibloco” e “Cordão da Bola Preta”, no Centro; “Escangalha!”, no Jardim Botânico; “Empolga às 9”, em Ipanema; e a Favorita, em Copacabana.

 

No bloco Favorita, sete pessoas foram detidas acusadas de furtar os pertences de um turista chileno. O caso foi registrado na Delegacia Especial de Atendimento ao Turismo (DEAT). Durante a ação para conduzir os acusados, um guarda municipal se feriu e precisou ser levado ao Hospital Municipal Miguel Couto. Em outra ocorrência, dois homens foram detidos em fuga no calçadão de Copacabana. Após abordagem, os guardas encontraram somente um spray de espuma. A vítima reconheceu a dupla e relatou que eles utilizaram a espuma no seu rosto para furtar o celular. A ocorrência foi registrada na 12ª DP (Copacabana).

 

No desfile do Cordão da Bola Preta, no Centro, as equipes apreenderam aproximadamente mil latas de refrigerantes e cervejas, 150 garrafas de vidro, 12 carrinhos, três churrasqueiras com ambulantes irregulares. O material levado para o depósito da Prefeitura. Na área do Sambódromo, um estacionamento irregular em terreno da prefeitura foi fechado na Rua Benedito Hipólito. O responsável pelo estacionamento foi conduzido para a 6ª DP (Cidade Nova).

 

AÇÃO DE CONSCIENTIZAÇÃO:

A GM-Rio e o CMDCA iniciaram sábado, dia 10, no Bloco Semente do Samba, que desfila em Vila Isabel, ação para conscientizar foliões sobre a exploração sexual infantil durante o carnaval 2018. Até o dia 13 de fevereiro, equipes do Grupamento de Ronda Escolar (GRE) e profissionais do CMDCA vão atuar nos blocos infantis “Fanfinha” e “Largo do Machadinho, Mas Não Largo do Suquinho” e no desfile das escolas de samba mirins para alertar a população sobre o problema e orientar sobre as formas de denúncia. Haverá distribuição de folder informativo sobre o tema e a bola-mania, que é uma atividade lúdica com confecção de bonecos e objetos com balões de gás. Os guardas também distribuirão pulseiras de identificação para evitar casos de crianças perdidas. Os casos de flagrantes de violações de direitos e crimes contra crianças e adolescentes serão encaminhados para as autoridades policiais.

TERREIRÃO DO SAMBA

Uma dose dupla de atrações, com ImaginaSamba e Grupo Clareou, levou cinco mil pessoas ao Terreirão do Samba na noite deste sábado. Cantando seus maiores sucessos, como "Me assume ou me esquece", "Por mais cem anos", "Valeu pra aprender" e "Mal entendido", entre outros, eles animaram o público no local. Antes disso, o Grupo Arruda fez um esquenta com sua roda de samba, que teve a participação de Tiaozinho Mocidade. E tem mais neste domingo, com Swing e Simpatia e Ferrugem. Quem abre a programação da noite são as Filhas do Samba, com a companhia de Dorina.

 

Comandada por mestre Odilon, a Bateria Terreirão encerra o segundo dia de shows  junto com dois grandes nomes: Dominguinhos do Estácio e Rico Medeiros, que vão entoar sambas de enredo que entraram para a história. Aqueles que gostam de acompanhar os desfiles da escola  não precisam perder a passagem de nenhuma ala para curtir os shows. Durante a programação, dois telões vão exibir tudo o que acontece na Marquês de Sapucaí.

 

Os ingressos custam R$ 20, e moradores do Rio pagam meia entrada se apresentarem comprovante de residência ou o RG mostrando que são nascidos no Rio de Janeiro. Além de muita música, haverá distribuição de 15 mil preservativos. O Terreirão fica na Rua Benedito Hipólito, 66, Praça Onze.

AGENDA DOS PRÓXIMOS DIAS:

Segunda-feira, dia 12, a partir das 9h

Bloco Largo do Machadinho, Mas Não Largo do Suquinho

Local: Largo do Machado, Catete

 

Terça-feira, dia 13, a partir das 15h

Desfile das Escolas Mirim

Local: Sambódromo.

Avião cai perto de Moscou e deixa 71 mortos
Grande Rio, Mangueira, Mocidades, Vila Isabel desf...